O País – A verdade como notícia

Maputo recebe livros enviados por Arcos de Valdevez

O Município de Arcos de Valdevez (Portugal) ofereceu oito paletes de livros ao Município de Maputo. Os mesmos chegaram há semana, no decorrer das celebrações da sexta edição da Feira do Livro de Maputo.

Na capital do país, o Presidente do Conselho Municipal de Maputo, Eneas Comiche, agradeceu a iniciativa através de uma cerimónia na qual os dois concelhos estiveram ligados por videoconferência. Para tal, foi estabelecida uma ligação vídeo onde os dois edis, Eneas Comiche e João Manuel Esteves, na presença da Embaixadora de Portugal em Moçambique, do Director do Instituto Camões e de outros representantes de ambos os países, de acordo com Blogue do Minho, manifestaram o seu empenho em trabalhar em prol da promoção da língua portuguesa e da educação.

Ainda segundo a mesma fonte, a cerimónia foi o culminar de um processo que teve como âncora a primeira edição do Dia da Língua Portuguesa, 5 de maio de 2020, conforme determinado pela UNESCO. “O Município de Arcos de Valdevez demonstrou desde logo  interesse por essa importantíssima data, bem como, em estreitar relações com outros países desta vasta comunidade linguística. Assim,  através da Biblioteca Municipal, decidiu lançar uma iniciativa com o objectivo de oferecer à Cidade de Maputo livros actuais e em bom estado de conservação, focando várias temáticas e destinados a diversas idades.

Através da oferta de livros ao Município de Maputo, o Município de Arcos de Valdevez pretendeu contribuir para a promoção da cultura e ciência em língua portuguesa junto dos munícipes maputenses, nomeadamente estudantes de todos os níveis de ensino, desde o ensino básico ao ensino superior e, simultaneamente criar boas relações entre Maputo e Arcos de Valdevez.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos