O País – A verdade como notícia

Maputo introduz sistema integrado de transportes

A cidade da Matola e a vila municipal de Boane, ambas na província de Maputo, estarão ligadas à capital moçambicana, a partir de Dezembro próximo, por um sistema integrado de transporte de passageiros, composto por 16 automotoras e 100 autocarros.

Trata-se de um projecto denominado Metro-Bus, orçado em mais de um milhão de dólares, liderado pela empresa moçambicana Fleetrail, proprietária dos comboios, em parceria com a empresa Caminhos de Ferro de Moçambique (CFM), entidade detentora das infra-estruturas.

O navio transportando os comboios e respectivas carruagens atracou no porto de Maputo, onde desde domingo último decorre o descarregamento do equipamento. “Já temos os autocarros e a primeira encomenda dos comboios em Moçambique. Neste momento, estamos na fase preparativa da operação e a nossa expectativa é que, até ao final do ano, mais tardar início de 2018, estejamos a operar”, disse o porta-voz da Fleetrail, Kim Cruz.

Cruz referiu que, actualmente, a Fleetrail está a trabalhar na definição dos custos do passe para os passageiros no transporte integrado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos