O País – A verdade como notícia

Maputo com 358 infecções no primeiro dia do recolher obrigatório

Moçambique registou mais nove mortes e 696 infecções por COVID-19, das quais 358 na cidade de Maputo, onde a partir desta sexta-feira está sob recolher obrigatório, medida imposta ontem pelo Presidente da República para conter a propagação do vírus.

Parte dos óbitos hoje anunciados aconteceram nos dias 27 e 28 de Janeiro último e outros esta quinta-feira. Trata-se de cidadãos moçambicanos, entre eles seis homens e três mulheres.

A Saúde refere, num comunicado a que “O País” teve acesso, que as vítimas tinham entre 26 e 83 anos. O total de óbitos subiu para 436.

Desde a eclosão da pandemia no país, 43.184 pessoas já foram infectadas pelo Coronavírus, com o anúncio, hoje, de mais 696 casos.

Seiscentos e sessenta e três moçambicanos, 21 cidadãos estrangeiros e 12 indivíduos de nacionalidade desconhecida estão entre os novos pacientes que contraíram o vírus no território nacional, segundo a Saúde.

Há ainda 534 moçambicanos e cinco estrangeiros recuperados da COVID-19. O cumulativo atingiu 26.212, equivalente a 60.7% dos casos diagnosticados.

Nas últimas 24h, 55 doentes foram internados e outros 39 tiveram alta hospitalar. Actualmente, existem 342 enfermos acamados nos centros de tratamento da COVID-19 e noutros hospitais do país.

Moçambique tem 16.532 infecções activas do novo Coronavírus.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos