O País – A verdade como notícia

Maputo acolhe Beach Polo pela primeira vez

Moçambique vai acolher, pela primeira vez, no próximo dia 30 deste mês, uma demonstração de Polo, uma competição disputada sobre o cavalo, que tem como objectivo atrair o turismo e criar troca de experiência entre os seus praticantes.

Será, na verdade, o Beach Polo, a categoria mais baixa do polo sobre cavalo, que o país vai acolher pela primeira vez, no espaço do golfo de Triunfo.
Para a 1ª edição do Beach Polo em Moçambique, a organização pretende fazer demonstrações de como se pratica a modalidade. De acordo com Miguel Proença, representante da Playground, instituição encarregue de produzir e fazer acontecer o evento, diz que está tudo a postos para que tudo corra sem sobressaltos. “Vamos montar um cenário de um campo de 60×30 metros, onde teremos três equipas que vão disputar um mini-torneio de Polo na praia. Será uma demonstração de como se pratica esta modalidade”, disse Proença.

Aliás, esta é uma modalidades que junta vários quadrantes num mesmo espaço, criando várias oportunidades de troca de experiência, para além de que “junta turismo, desporto, lazer, moda, diversas personalidades, empresas para fazer o network”, entre várias outras actividades no mesmo espaço, segundo disse Proença.

E porque a Argentina é líder mundial desta modalidade, a embaixada associou-se a outras entidades para trazer a prática a Moçambique, com intuito de colocar o país na rota mundial do polo, como competição.

Francisco Mozeticho, representante da embaixada da Argentina, em Maputo, disse que o envolvimento do seu país em trazer esta modalidade ao país tem um propósito: “Argentina é o máximo mundial desta modalidade. Temos os melhores jogadores de Polo, os melhores cavalos e uma tradição de mais de 150 anos”, facto mais que suficientes para trazer a modalidade a Moçambique, que se pretende “venha a desenvolver o turismo e o negócio e que venha a colocar Moçambique no plano mundial do Polo e da cultura desportiva”, disse Francisco Mozeticho.

O polo é uma modalidade que surgiu na Ásia, e praticada há mais de 2000 anos, tendo chegado a África há sensivelmente 200 anos. Para esta primeira edição espera-se a participação de cerca de 300 pessoas, entre nacionais e estrangeiros.

Embaixada da Argentina traz a modalidade ao país em jeito de demonstração para promover o turismo e a troca de experiência.
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos