O País – A verdade como notícia

Manifestações contra Temer

Os manifestantes empunharam cartazes e bandeiras a exigir a realização de eleições directas, ao mesmo tempo que gritaram: "Fora Michel Temer".  Consta que o empresário Joesley Batista, acionista da empresa JBS, gravou uma conversa na qual o Presidente brasileiro, Michel Temer, o autoriza a pagar um suborno pelo silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha, condenado por participação no esquema de corrupção na Petrobras.

Na sequência da manifestação, a Polícia fechou parte da avenida Paulista ao trânsito. Pouco antes da meia-noite, os manifestantes começaram a abandonar a avenida, que foi reaberta ao trânsito.

Os manifestantes que entoavam cânticos e ostentavam dísticos exigem responsabilização criminal do actual presidente do Brasil que é implicado nas novas revelações sobre a maior investigação de corrupção e lavagem de dinheiro denominada Operação Lava Jato.

Por sua vez, Michel Temer disse que jamais solicitou pagamentos para obter o silêncio de ex-deputado Eduardo Cunha, num comunicado divulgado pelo Palácio do Planalto.

No comunicado, o chefe de Estado brasileiro afirmou que "não participou e nem autorizou qualquer movimento com o objectivo de evitar delação ou colaboração com a Justiça pelo ex-parlamentar".

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos