O País – A verdade como notícia

Manabe, Hasselmann e Parisi atribuidos hoje prémio Nobel da Física

A Academia de Ciências da Suécia atribuiu hoje o prémio Nobel da Física 2021 aos cientistas Syukuro Manabe, Klaus Hasselmann e Giorgio Parisi, pelas suas “contribuições inovadoras para compreensão de sistemas físicos complexos.

O norte-americano Syukuro Manabe recebeu o prémio Nobel de Física por demonstrar como o aumento das concentrações de dióxido de carbono na atmosfera eleva a temperatura na superfície terrestre.

Já o alemão Klaus Hasselmann foi premiado por criar um modelo que une tempo e clima. E, por último, o italiano Giorgio Parisi descobriu os padrões ocultos em materiais complexos desordenados.

As descobertas estão, segundo a Academia, “entre as contribuições mais importantes para a teoria dos sistemas complexos”.

 “Metade do prémio é dado em conjunto para Syukuro Manabe e Klaus Hasselmann, pela modelagem física do clima na terra. A outra metade vai para Giorgio Parisi pela descoberta da interação da desordem e das flutuações nos sistemas físicos das escalas atómicas, as planetárias”, disse Goran Hansson da Academia de Ciências da Suécia

Até ao momento, já foram distinguidas com o Prémio Nobel de Física 622 pessoas, entre as quais, 22 mulheres.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos