O País – A verdade como notícia

Man. City tenta ganhar ascendente sobre o Real Madrid

Foto: UEFA

As meias-finais da Liga dos Campeões europeus jogam-se, esta terça e quarta-feira, os embates da primeira mão. Manchester City vs Real Madrid é o primeiro dos dois jogos que procura finalistas da edição 2021/22 da prova milionária europeia.

Na última vez em que os clubes se defrontaram, o City eliminou, pela segunda vez seguida, o Real Madrid, com uma vitória por 2-1 em Manchester nos oitavos-de-final de 2019/20, em Agosto, a juntar-se a um triunfo pelo mesmo resultado seis meses antes em Madrid. Pep Guardiola estava bastante feliz na altura, tendo dito que “eliminámos o Real Madrid, um clube que sabemos exactamente do que é capaz, já que foi recentemente tricampeão da Champions League”.

Nessa temporada, Pep Guardiola almejava o título europeu de clubes. “Desta forma, somos capazes de pensar que é possível sermos campeões europeus”, dissera na altura.

No entanto, isso ainda não aconteceu, apesar de o City ter sido finalista vencido na temporada passada, perdendo por 1-0 frente ao Chelsea. Neste momento, atravessa um momento de forma temível, após ter afastado o sempre difícil Atlético e sem ter ainda sofrido golos.

O Real Madrid ainda não venceu em três visitas ao em que conta com dois empates e uma derrota, mas este pode ser o ponto de viragem, ajudado por um Karim Benzema numa forma excepcional. Soma sete golos na fase da eliminatória e basta-lhe um para igualar os 13 de Robert Lewandowski no topo da lista de melhores marcadores.

 

O QUE PRECISA DE SABER?

Finalista vencido na temporada passada, o City está ansioso para compensar esse desaire, mas ter, pela frente, um clube que soma 13 títulos na competição é um desafio de peso. As equipas defrontaram-se nas meias-finais em 2015/16, registando-se um empate a zero em Manchester, antes do autogolo de Fernando no Santiago Bernabéu apurar o Real Madrid para a final, em que venceu o rival citadino Atlético no desempate por penaltis. A equipa de Pep Guardiola vingou essa eliminação em 2019/20, batendo os “merengues” fora e em casa, ambos os jogos por 2-1, nos oitavos-de-final. No entanto, o que está agora em jogo é muito mais importante.

Pep Guardiola, treinador do Manchester City, sabe que o futebol não vive de história e que deve fazer o máximo para ultrapassar o seu adversário. “A história é o que é, não podemos mudá-la, mas são 11 contra 11. Muitas equipas de qualidade não estão nesta fase, um dia não estaremos aqui. Disse aos jogadores para aproveitarem este momento, é uma honra. Claro que queremos chegar à final, mas nunca podemos subestimar o que fizemos para estar aqui novamente”, disse o técnico dos Citizens.

Já Carlo Ancelotti, treinador do Real Madrid, espera contar com a boa parte dos seus principais activos, entre os quais Camavinga, Rodrygo e Valverde. “O Eduardo Camavinga pode jogar de início, mas é claro que, quando ele entra, dá energia à equipa. Quando a intensidade cai, se temos Camavinga, Rodrygo e Valverde frescos, podemos mudar o jogo com a energia que eles trazem”, diz Ancelotti.

O embate entre o Manchester City e o Real Madrid tem o seu início marcado para 21 horas de Maputo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos