O País – A verdade como notícia

Mambinhas sub-20 perdem diante do Marrocos por 0-3 em jogo amigável

A Selecção Nacional de Futebol, Sub-20, perdeu na tarde de sábado, diante da congénere do Marrocos por (0-3), em jogo amigável. A partida tem em vista a preparação do Torneio Cosafa que inicia a 09 de Dezembro, na África do Sul.

Dois, apenas dois meses, nos separam da realização do Torneio Cosafa, na categoria sub-20. É uma corrida contra o tempo, afinal Moçambique tem muito a defender o título conquistado em Dezembro de 2020, ao vencer Namíbia na final por 1-0.

Para o efeito, há que testar a força dos rapazes. No contexto, os Mambinhas defrontaram, no sábado, o Marrocos, no campo da Black Bulls.

Com uma equipa completamente transfigurada da que esteve na África do Sul em 2020, (apenas José Zavala e Ayton Zerefos presentes), Dário Monteiro foi a um teste de fogo contra Marrocos.

Muito cedo, Marrocos demonstrou maturidade e, aos 3 minutos, fez 1-0. Depois, foi só circulação de bola e gestão, mas, por duas vezes, os marroquinos teriam dilatado o marcador, perante uma defesa liderada por Zerefos, totalmente permissiva.

Com 1-0, as duas equipas rumaram ao intervalo.

No regresso, os dois bancos técnicos fizeram alterações, afinal havia muito a avaliar, tratando-se de um jogo particular, pensando em competições a doer.

Ainda assim, os marroquinos continuaram mais adultos em campo, a optarem sempre em saídas com bola de pé para pé. Foi jogando assim que, aos 58 minutos, Moçambique quase tirava proveito num deslize do adversário.

Há uma perda de bola, a saída do meio campo dos marroquinos, que permite um cruzamento pela direita. Já em desequilíbrio, José kalifa toca no esférico de forma subtil e com selo do golo, mas Mago negou o empate em dois tempos.

A investida dos pupilos de Dário Monteiro espevitou os marroquinos, que, dois minutos depois, fizeram o que Moçambique não conseguiu.

A jogada começa no miolo do terreno, depois de uma recuperação de bola. Há um enfiamento nas costas dos defesas; Aiman Maurer apareceu simplesmente para, com o pé direito, colocar a bola no fundo das malhas, longe do alcance de Ananias Tamele.

Nem com isso, os marroquinos desarmaram. Continuaram senhores do jogo e, como corolário, chegaram à “chacina”.

Ayton Zerefos começa o desenho do golo, ao travar em falta o seu adversário junto à linha lateral esquerda, pouco depois do meio campo.

Distraída toda a defesa, Marrocos fez uma cobrança rápida e, uma vez mais, a papel químico, passe rasgado entre os centrais que vai parar nos pés de Mohamed Akaraz que, sem dó, facturou na cara do “Keeper” moçambicano. Passavam 72 minutos.

Estava clara a superioridade dos “rapazes” marroquinos. O registo estava lá sem agrado nenhum para os moçambicanos. Aliás, Fernando Nacorro quis agradar. Aos 97 minutos, último minuto de compensação, atira um forte remate à entrada da grande para uma defesa de gala de Mago, para o pontapé de canto. O resultado estava feito, nem com a cobrança do canto nada mudou.

As duas equipas voltam a jogar hoje, às 11 horas, no mesmo recinto.

“ESTAMOS NO BOM CAMINHO”

Não obstante a derrota, Dário Monteiro era um homem feliz depois do jogo. Monteiro diz ter jogadores que lhe dão garantias de lutar de igual para igual com os adversários na Taça Cosafa.

“Para quem fez oito a 10 treinos, pelo esforço despendido e pela entrega, diria que estamos num bom caminho. Não diria que estou satisfeito, porque ninguém fica satisfeito com a derrota. Iniciamos a preparação com adversário de outro gabarito, o que, às vezes, é bom para aferir em que nível estamos. A partir do jogo a ser feito amanhã, vamos começar a ver com quem contamos. Viram que temos aqui alguns rapazes talentosos, vamos continuar a desenvolver o nosso trabalho em função dos dois jogos. Estamos, agora, a preparar duas equipas, mas, a partir de Novembro, aí sim, vamos preparar uma equipa que vai defender o título do Torneio Cosafa”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos