O País – A verdade como notícia

Mambas vão a jogo sem seleccionador!

Fotos: FMF

A selecção nacional de futebol, Mambas, defronta, esta quarta-feira, às 19h00 locais (21h00 de Moçambique), o Níger no primeiro jogo inserido no torneio internacional de Nouakchott, na Mauritânia, enquadrados na Data-FIFA.

Num caso sem igual e com contornos de desorganização, os Mambas batem-se, esta quarta-feira, com o Níger, num duelo em que não poderão contar no banco com o seleccionador nacional de futebol, Chiquinho Conde, que participa num fórum de treinadores profissionais, em Portugal.

O seleccionador nacional, que cerrou os punhos e defendeu a capitalização de jogos nas datas-FIFA para potenciar o grupo de trabalho e observar um leque de jogadores convocados, somente chega à Mauritânia na madrugada de quinta-feira, ou seja, depois do embate com os nigerinos.

É um cenário que levanta muitos questionamentos em relação à seriedade na abordagem nos compromissos dos Mambas, assim como nos aspectos organizativos e administrativos numa fase de preparação para as eliminatórias de acesso ao CAN-2023, prova a realizar-se na Costa do Marfim.

Era expectável que os jogadores trabalhassem sob as ordens do chefe da equipa dos Mambas, porquanto conhece muito bem o grupo de trabalho e pretende, nesta altura, ensaiar alguns aspectos táctico-técnicos e consolidar processos. Aliás, estes jogos foram projectados com alguma antecedência.

Há, ainda, a destacar a componente de fortificação do balneário e motivacional que Chiquinho Conde quer, igualmente, que seja uma marca para se alcançar o sucesso. E tal passa também pela presença do chefe de equipa em todos os processos, desde a concentração em estágio à realização de jogos dos Mambas.

Certo é que Chiquinho Conde só vai orientar um treino antes do jogo agendado para sábado frente à selecção anfitriã da Mauritânia.

A alternativa passa pelo adjunto Tiago Matos, que vem trabalhando com a equipa desde que desembarcou na Mauritânia, orientar a selecção nacional contra a Mauritânia.

Acontece que Matos não conhece, diga-se, profundamente o leque de jogadores convocados, tal como o seu “chefe” de equipa com quem trabalhou no Setúbal.

Ainda assim, Tiago Matos vai procurar montar uma equipa que se bata com galhardia contra um conjunto do Níger que ocupa a 114ª posição no “ranking” da FIFA com 1158.39 pontos.

“Apesar de algum cansaço, resultante das viagens, os jogadores mostraram-se disponíveis e motivados”, disse o seleccionador nacional-adjunto, em entrevista ao RM Desporto. Matos revelou ainda que o trabalho, nas sessões havidas entre sábado e segunda-feira, sobre as etapas de produção e finalização. “Trabalhámos algumas situações relacionadas com contra-ataque quando tivermos esta oportunidade nos jogos. A ideia é trabalhar sobre a fase ofensiva. À medida que vão chegando os jogadores, introduzimos conteúdos. Quando tivermos os jogadores todos, vamos trabalhar os princípios de jogo”, explicou.

 

OS NÚMEROS DO NÍGER

Inserido no grupo A das eliminatórias para o Mundial Qatar 2022, o adversário dos Mambas terminou na 3ª posição com seis pontos, resultantes de duas vitórias e um empate.

Os nigerinos abriram a campanha com uma derrota diante do Burquina Faso, por 2-0, numa partida realizada a 2 de Setembro, quatro dias depois, mais do mesmo: derrota frente ao Djibouti por 2-4.

A 10 de Outubro, frente à todo-poderosa Argélia, o Níger foi simplesmente atropelado, tendo sido goleado por 6-1.

Os nigerinos voltaram a ser goleados pelos argelinos (0-4) no arranque da segunda volta do grupo A da primeira etapa de acesso ao Mundial Qatar 2022. Em Novembro do ano passado, os nigerinos registaram um empate a uma bola em casa do Burquina Faso.

A primeira vez, ou melhor, a primeira vitória e com número gordo veio a 15 de Novembro quando o Níger bateu e humilhou o Djibouti, por 7-2.

 

DOMINGUES E REGINALDO KO, REINILDO E COMPANHIA OK

O capitão da selecção nacional de futebol, Elias Gaspar Pelembe, Domingues, irá falhar o duelo com o Níger, agendado para esta quarta-feira. O “puto maravilha” somente vai juntar-se ao grupo de trabalho precisamente no dia desta partida, pelo que ficou fora dos convocados para o primeiro dos dois jogos amigáveis enquadrados na data-FIFA.

O Royal AM, clube no qual evolui Domingues, jogou no passado domingo diante do Stellenboch, partida que terminou empatada a duas bolas.

Domingues não saiu do banco, mas viu o Royal adiantar-se no marcador aos 14 minutos por intermédio de Mxolisi Macuphu.

Judas Mossemaedi empatou a partida à passagem do minuto 63. Tebogo Motsane, ao minuto 83, voltou a colocar o Royal AM em vantagem no marcador. Homem do jogo, Judas Mossemaedi bisou na partida aos 89 minutos, fixando o resultado final em 2-2.

Este resultado coloca o Royal AM na segunda posição na Premier Soccer League (PSL) com 37 pontos, numa prova que é liderada pelo Mamelodi Sundowns com 51. Domingues estará disponível para o derradeiro jogo, sábado, diante da Mauritânia.

Para além de Domingues, os Mambas não poderão contar neste jogo com os préstimos do avançado Reginaldo Faife.

O “ponta” do FK Dinamo não conseguiu entrar para a Mauritânia, palco do torneio internacional de Nouakchott, devido a questões burocráticas ainda por esclarecer por parte da FMF.

Já Reinildo Mandava (Atlético Madrid), Mexer (Bordéus), Zainadine Júnior e Clésio Baúque (Marítimo), Gildo Vilankulo (Amora FC), Genny Catamo (Guimarães) e Bruno Langa (GD Chaves) poderão ser opções para os dois jogos amistosos do combinado nacional.

Espera-se que esta seja uma nova fase da selecção nacional de futebol que já não participa numa fase final de um Campeonato Africano das Nações (CAN) desde 2010, ano em que a prova decorreu em Angola.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos