O País – A verdade como notícia

Mamba Edmilson Dove já é “hidroeléctrico”

Fotos: Cape Town City

O internacional moçambicano Edmilson Dove é o novo reforço da União Desportiva de Songo para a temporada 2022, depois de rescindir contrato com o Cape Town City da África do Sul.

Edmilson Dove está em Maputo de passagem, rumo a Songo, onde, ainda esta semana, será apresentado como novo reforço dos “hidroeléctricos”, segundo confirmação dada por Xavier dos Santos, presidente da União Desportiva de Songo, citado pelo Jornal semanal Desafio.

Com o contrato a terminar já em Junho deste ano, mas sem espaço na equipa principal do Cape Town, principalmente depois de uma lesão grave que afastou o jogador durante quase uma temporada inteira. Assim, de acordo com Xavier dos Santos, citado pelo Desafio, houve um acordo de cavalheiros para que Dove pudesse procurar um clube, tendo optado por regressar ao país, pela porta da União Desportiva de Songo.

Para além de ter perdido lugar na lateral esquerda do Cape Town City, a lesão fez com que Edmilson Dove perdesse titularidade também nos Mambas, posição que agora está aos “cuidados” de Reinildo Mandava, do Atlético Madrid.

Ainda assim o jogador tem a oportunidade de voltar a recuperar a sua forma física e se mostrar a Chiquinho Conde, para merecer a confiança do seleccionador nacional.

Edmilson Dove iniciou a sua carreira no Desportivo de Tavene, na província de Gaza, antes de vir à capital do país para representar a equipa B do Ferroviário de Maputo. Em 2014 ascende a equipa principal dos “locomotivas” da capital do país, onde jogou até 2016, altura que mudou de país, seguindo para África do Sul, onde representou, de lá para cá, o Cape Town City, equipa com a qual termina contrato em Junho deste ano.

Até 2021, o internacional moçambicano era o quarto jogador melhor cotado dos moçambicanos, com valor do mercado que rondava os 500.000 Euros, pouco mais de 36 milhões de Meticais, atrás de Reinildo Mandava, Mexer Sitoe e Simão Mathe, com 3 milhões de Euros (217.500.000 Meticais), dois milhões de Euros (145 milhões de meticais) e 700 mil Euros (50.700.000 Meticais), respectivamente.

Com o Cape Town City, Edmilson Dove venceu a Taça MTN8, em 2020.

De acordo com Xavier dos Santos, citado pelo Desafio, Edmilson Dove é o último reforço dos “hidroeléctricos”, depois de garantir as contratações de Danito, também lateral esquerdo, que evoluiu na Liga Desportiva de Maputo, Macaime (ex-ENH), Talapa, Foken e Ernan (ex-Ferroviário de Maputo), Estêvão (ex-Liga Desportiva de Maputo) e mais dois avançados estrangeiros, nomeadamente Muzaza (zambiano) e Adams (ganês).

Em sentido contrário, os “hidroeléctricos” não vão contar, esta temporada, com os préstimos de Tony, jogador que esteve no clube por nove anos, e que partiu para o Ferroviário de Nampula, Ravel Maxell, que esteve apenas meia temporada, Cremildo, que sai depois de sete anos no clube, Tico, que ficou uma temporada e meia, Thomas Nyirenda, que vestiu as cores azuis por duas épocas, e Kwali, que ficou por duas temporadas consecutivas.

A estes jogadores, a União Desportiva de Songo agradece a sua dedicação, com destaque para aqueles que ajudaram a conquistar dois campeonatos nacionais, em 2017 e 2018, bem como duas Taças de Moçambique, em 2016 e 2019. Os “hidroeléctricos” não chegaram a conquistar uma Supertaça sequer, em quatro tentativas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos