O País – A verdade como notícia

Malawiano detido por tentar subornar Polícia de Trânsito

A Polícia moçambicana (PRM) deteve um cidadão de nacionalidade malawiana quando tentava subornar um agente de trânsito com mil meticais (cerca de 16,6 dólares) para facilitar a passagem de uma viatura transportando 15 imigrantes supostamente ilegais.

Trata-se de motorista de uma viatura de transporte de carga que tinha como destino o Malawi vindo da África do Sul.

A detenção segundo noticia a AIM, aconteceu no domingo, no distrito de Vanduzi, província central de Manica.

Na altura da detenção, o motorista tentou sem sucesso subornar o agente de trânsito em serviço para autorizar a passagem do camião. O motorista foi imediatamente detido e processado pelo crime de corrupção.

A porta-voz da PRM em Manica, Elsídia Filipe, disse à jornalistas que a detenção do cidadão surge na sequência da campanha lançada, há dias, que visa reforçar a capacidade operativa policial e combater a corrupção em todo território nacional.

“O trabalho vai prosseguir porque queremos combater a corrupção em todas as esferas da sociedade. Hoje temos este caso em que um motorista tentou oferecer dinheiro a um polícia para facilitar passagem de uma viatura com cidadãos supostamente ilegais. Ele foi detido e foi lavrado um processo e será entregue ao tribunal”, disse Elsídia Filipe.

A fonte referiu ainda que para o caso dos quinze cidadãos supostamente ilegais a corporação está trabalhar com o Serviço Provincial de Migração para aferir a autenticidade dos documentos apresentados a polícia.

“Se constatarmos que estamos perante cidadãos ilegais serão deportados para o país de origem. Se os documentos que nos apresentaram estiverem conforme, eles seguirão viagem nos próximos dias. Mas o motorista continuará detido para responder pelo crime de corrupção”, explicou.

Entretanto, num outro desenvolvimento, a porta-voz afirmou que, durante a festa do natal, o PRM deteve oito indivíduos indiciados na prática de vários crimes. Destes, quatro são acusados de assalto a residências com recurso a catanas e foram neutralizados no distrito de Gondola. Os restantes quatros roubaram gado bovino e dezenas de perus nos distritos de Manica e Báruè.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos