O País – A verdade como notícia

Mais seis amostras para análise de pessoas suspeitas em Inhambane

As autoridades de saúde em Inhambane estão a apertar o cerco no combate à COVID-19. Esta semana foram colhidas mais amostras para análises de pessoas suspeitas de infecção pelo Coronavírus

Ao todo foram seis amostras coletadas na segunda-feira, de pessoas com suspeitas de contaminação pelo Coronavírus. As amostras são grande parte de moçambicanos que trabalham na vizinha África do Sul e que regressaram à terra natal por conta do Lockdown decretado naquele país.

A médica chefe de Inhambane disse ao “O Pais" que continua o trabalho de rastreio desses moçambicanos regressados da terra do Rand e por isso em toda província, cresce o número de pessoas submetidas a quarentena domiciliária obrigatória. Dos anteriores 253, o número subiu para 337 sendo 90% deles os recém-chegados da África do Sul.

Para identificar e monitorar todos que devem estar em quarentena obrigatória, as autoridades de saúde trabalham com as comunidade e voluntários de várias organizações.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos