O País – A verdade como notícia

Mais de 600 mil toneladas de pescado diverso serão produzidas em quatro anos

O Governo prevê produzir mais de seiscentas mil toneladas de pescado diverso em quatro anos. Com esta quantidade, espera-se melhorar o acesso e consumo de mariscos no país.

Moçambique possui uma costa de pouco mais 2.700 quilómetros ao longo da qual produz-se o pescado, muitas vezes, em quantidades insuficientes para as comunidades costeiras.

Para contrariar este cenário, o Ministério do Mar, Águas Interiores e Pescas pretende elevar as quantidades de pescado, segundo revelou a titular do pelouro, Augusta Maíta.

Segundo a governante, o desiderato de produzir mais de seiscentas mil toneladas de pescado diverso, mais do que uma simples estatística, revela também melhoria substancial no acesso e consumo do pescado em Moçambique.

Além disso, essas quantidades vão contribuir para o fortalecimento da dieta das famílias moçambicanas, o que requer um esforço coordenado e conjugado entre vários actores, públicos, privados e parceiros de cooperação.

Para Augusta Maíta, não basta apenas tirar o pescado do mar, é preciso que esta actividade seja sustentável. Para isso, ela defende o aprimoramento da legislação do sector.

A aprovação da Estratégia para o Desenvolvimento da Aquacultura 2020-2030, este ano, pelo Conselho de Ministros, promete revolucionar esta área, tornando-a próspera e mais competitiva, Afirmou a fonte.

A governante falava esta sexta-feira, em Maputo, no âmbito das celebrações do Dia Mundial da Pesca, este sábado, sob o lema “Incrementar a Produção, Promovendo a Resiliência Costeira e Pesqueira”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos