O País – A verdade como notícia

Mais de 300 pessoas não foram vacinar em Inhambane

Na segunda fase da campanha de vacinação contra a COVID-19, Inhambane programou vacinar 9.746 pessoas previamente registadas. No fim do processo, 9.421 pessoas é que terão ido aos postos de vacinação, faltando 300 para cumprir a meta. O sector de Saúde diz que a diferença não é de pessoas que não aceitaram aderir à vacinação

Segundo Cremildo Alberto, do Serviço Provincial de Saúde em Inhambane, todas as entidades com as pessoas por vacinar foram previamente avisadas, porém, por falta de tempo ou falha na coordenação, não foram aos postos de vacinação.

Não foram vacinar por falta de tempo, mas muitos dos que vacinaram reportaram alguns sintomas que o sector de saúde considera ligeiros. Alguns dos sintomas reportados são cefaleia, fadiga, fraqueza ou dores no local da vacinação, sintomas que, segundo Cremildo Alberto, foram resolvidos localmente.

A segunda dose será administrada em Julho e, até lá, as vacinas só podem ser conservadas no depósito provincial de medicamentos, na cidade de Inhambane.

É que, para garantir a melhor conservação do fármaco, as autoridades tomaram a decisão de retirá-las dos distritos e devolvê-las à cidade de Inhambane e, só no momento da aplicação da segunda dose, é que essas vacinas serão levadas de novo até aos distritos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos