O País – A verdade como notícia

Mais de 1.800 reclusos fogem de uma prisão na Nigéria

Mais de 1.800 presos fugiram depois de um grupo, fortemente armado, atacar uma prisão no sudeste da Nigéria, com recurso a explosivos.

A evasão, ocorrida na segunda-feira, é considerada uma das maiores na Nigéria. O grupo responsável pela fuga em massa chegou à prisão em camionetes e autocarros. Invadiu a prisão de Owerri, no estado de Imo, e 1.800 reclusos fugiram.

Para concretizar a operação, supostos malfeitores neutralizaram os guardas prisionais durante um tiroteio, segundo uma autoridade penitenciária na Nigéria. Contudo, a situação está controlada.

Até esta terça-feira, nenhum grupo tinha assumido a responsabilidade pelo ataque à cadeia. Porém, o Presidente nigeriano Muhammadu Buhari considera-o “acto de terrorismo” e executado por anarquistas.

Buhari pediu às forças de segurança que capturassem os responsáveis pelo ataque e detivessem os fugitivos.

O governador do estado vizinho de Abia impôs um recolher noturno em duas cidades para proteger os residentes locais.

As prisões, no país mais populoso da África, têm estado superlotadas. Estima-se que 70 por cento dos reclusos estão em prisão preventiva e podem permanecer anos à espera de julgamento.

1

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos