O País – A verdade como notícia

Mais 500 mil doses de vacinas contra COVID-19 chegaram a Moçambique

Até Agosto deste ano, pelo menos 50% da população terá sido vacinada contra a COVID-19. A garantia é do ministro da Saúde, que falava hoje na recepção de cerca de 500 mil doses adquiridas pelo sector privado, que vão contribuir para a imunização da população moçambicana.

Das 500 mil doses da vacina Verocell, recém-chegadas, 139 mil são para vacinar a população desfavorecida e o remanescente aos trabalhadores das 318 empresas que contribuíram para a aquisição dos imunizantes.

A aquisição destas 500 mil doses enquadra-se na iniciativa UNIVAX unidos pela vacina contra a COVID-19 e visa acelerar o processo de imunização no país.

Osório Lucas, director Executivo do MPDC, em representação do sector privado, disse que a iniciativa deve ser replicada e continuada no país.

“Acreditamos que esta iniciativa seja apenas um embrião de um modelo que pode e deve continuar a ser reproduzida em Moçambique. O seu sucesso é um claro sinal de que a saúde pública não é responsabilidade exclusiva do Estado e as empresas têm uma enorme vontade e responsabilidade de se envolver nos desafios que o país enfrenta”.

Hugo Gomes, da Cervejas de Moçambique (CDM), destacou o valor e contributo levado a cabo pelo sector privado nacional. “Isto é um marco grande para todos nós, porque representa o início do processo de imunização não só dos nossos colaboradores, mas, também, dos seus dependentes e para alguns locais das nossas comunidades circunvizinhas. Estamos esperançosos que mais empresas se juntem à esta iniciativa”.

Até este momento, as autoridades de saúde já imunizaram abaixo de 10% da população contra a COVID-19. Segundo o ministro da Saúde, Armindo Tiago, nos próximos dias, há mais de um milhão de doses que chegarão ao país e garantiu que, até Agosto do ano corrente, 50% dos poucos mais de 30 milhões de moçambicanos terão sido vacinados contra o novo Coronavírus.

“Existe a possibilidade de recebermos cerca de 9 milhões de doses adquiridas pelo Governo, através do mecanismo da União Africana. A partir de Agosto, nós vamos atingir cerca de 50% de vacinação da população moçambicana como é recomendado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o que se pretende é vacinar cerca de 60% da população moçambicana”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos