O País – A verdade como notícia

Maduro acusa EUA de pretender roubar petrolífera venezuelana

O Presidente venezuelano, Nicolás Maduro, condenou as sanções ilegais e unilaterais impostas pelos EUA contra a empresa Petróleos da Venezuela. Maduro diz que Washington pretende roubar a petrolífera e as riquezas do seu país.

"Os EUA hoje decidiram tomar o caminho de querer roubar a empresa CITGO (petrolífera subsidiária da PDVSA nos Estados Unidos) à Venezuela e é um caminho ilegal", disse.

Nicolás Maduro, acrescentando que deu instruções ao presidente da petrolífera para iniciar ações legais para a defesa da propriedade.

Maduro diz que essas medidas são feitas a pedido do deputado que se autoproclamou chefe de Estado da Venezuela, Juan Guaidó.

Por outro lado, Juan Guaidó anunciou que vai assumir o controlo dos activos do país no exterior de modo a evitar que Maduro “continue a roubar” o dinheiro dos venezuelanos.

"A partir deste momento iniciamos a tomada do controlo progressivo e ordenado dos activos da nossa República no exterior, para impedir que no seu percurso de saída, e não conformado com o que já roubou à Venezuela, o usurpador e o seu grupo continuem a roubar o dinheiro dos venezuelanos, financiando delitos a nível internacional e usando o dinheiro para torturar o povo, privando-o de alimentos e medicamentos e assassinando quem protesta pelos seus direitos", refere Juan Guaidó.

Guaidó disse ainda que vai iniciar um processo para nomear uma nova administração para a PDVSA e para a sua filial CITGO, que opera nos Estados Unidos.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos