O País – A verdade como notícia

Lula diz que vai se entregar à Polícia

Durante o seu discurso, logo após a missa em homenagem à sua falecida esposa, o ex-presidente brasileiro, Lula da Silva, disse que se sentia injustiçado e estava indignado com a justiça por ter passado para a sociedade a ideia de que ele era um criminoso.

Lula diz ser o único ser humano a ser processado por um apartamento que não lhe pertence, referindo ao caso do triplex construído pela construtora OAS, o que levou à sua condenação. “Eu não os perdoo por terem passado à sociedade a ideia de que eu sou um ladrão”, disse.

Ainda assim, disse acreditar na Justiça, por isso desafiou a todos os que o acusam e condenaram a apresentarem provas.

“Nenhum deles tem coragem ou dorme com a consciência tranquila da honestidade que eu durmo. Eu gostaria de fazer um debate com o Moro, para que ele me mostrasse alguma coisa de prova. Provar qual é o crime que eu cometi neste país”.

Por outro lado, disse estar a ser atacado pela imprensa. “O que eles não se dão conta é que quanto mais eles me atacam, mais cresce a minha relação com o povo brasileiro”

Aliás, Lula disse ter sido condenado pela imprensa, referindo que o sonho deles é ter a sua foto na prisão para manchete. “Eles decretaram a minha prisão, eu vou atender o mandado deles. Eles acham que tudo o que acontece neste país é por minha causa. Eu vou cumprir o mandado”.

Lula disse que se vai entregar porque não tem do que fugir. Defende ser inocente e diz que vai provar. Para o ex-presidente, a ‘verdade’ virá à tona e os verdadeiros criminosos são, na sua opinião, os que condenaram um inocente, referindo-se a ele mesmo.
  
 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos