O País – A verdade como notícia

Luís Gonçalves aceita receber metade da dívida da FMF

Parece ter chegado ao fim o braço-de-ferro que existia entre a Federação Moçambicana de Futebol e o ex-seleccionador nacional, Luís Gonçalves.

O braço do Governo para assuntos do Desporto no país teve que intermediar no “confronto” entre Luís Gonçalves e a Direcção de Feizal Sidat, que fora condenado pela FIFA a indemnizar os antigos timoneiros dos Mambas com 374 mil dólares americanos,, dos quais 271.653 para Luís Gonçalves, e 101.973 para Tiago Capaz.

Nas negociações intermediadas pela Secretaria de Estado do Desporto, Luís Gonçalves aceitou diminuir para metade o valor a receber, segundo escreve o jornal electrónico EsfericoMoz.

Ou seja, dos cerca de 24 milhões de Meticais que o ex-seleccionador nacional iria receber, a Federação Moçambicana de Futebol vai desembolsar 12 milhões de Meticais, não se sabendo ainda a modalidade de pagamento, ainda de acordo com o referido jornal electrónico.

Recorde-se que o valor da indemnização a que a FMF foi condenada a pagar pela FIFA foi devido à forma irregular como chegou ao fim o contrato com os treinadores portugueses no comando técnico dos Mambas.

Luís Gonçalves e seus adjuntos foram afastados alegadamente por terem falhado o objectivo de qualificar os Mambas ao CAN-2021, que decorre nos Camarões até ao próximo domingo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos