O País – A verdade como notícia

“Logo cedo descobrimos as fraquezas do socialismo”, Joaquim Chissano

O antigo Presidente da República, Joaquim Chissano, revelou hoje, que Moçambique descobriu logo cedo as fraquezas do bloco socialista após independência, por isso optou pela aproximação aos aliados capitalistas.

Chissano falava em mais uma sessão de debate sobre os 45 anos da Constituição da República, promovido pelo Conselho Constitucional. Para o antigo estadista, a aproximação ao Ocidente, em particular, aos Estados Unidos da América (EUA) e Inglaterra foi uma das viragens que antecederam as reformas económicas e constitucionais do país.

“Os países socialistas pensavam que eram capazes de ajudar os países recém-independentes a desenvolverem ou consolidarem suas independências, mas esse pensamento não foi corroborado com factos. Houve uma visita a União Soviética em 1983, onde foi descoberto de haviam muitos problemas”, disse Chissano.

E mais, o antigo estadista moçambicano que dirigiu o país entre 1986 a 2005, revelou que houve uma tentativa frustrada de envolver a RENAMO nas primeiras reformas constitucionais.

“Pensávamos no princípio que seriam pequenas emendas constitucionais, mas depois houve necessidade de envolver todos. Tentamos também ter as opiniões da oposição, incluindo a RENAMO, mas houve dificuldades de tramitação das propostas. Tratava-se de ver todas propostas da Constituição, incluindo o tipo de democracia”, explicou Chissano.

De acordo com o sucessor de Samora Machel, o Acordo de Inkomati (pacto de não agressão acordado com o regime de Apartheid, na vizinha África do Sul) foi, igualmente, um dos grandes antecedentes que inspiraram a democracia e o multipartidarismo.

“As primeiras negociações com a RENAMO partiram do Acordo de Inkomati, mas fracassou porque não houve confiança em Pretória”, apontou.

A aula de sapiência de Chissano foi antecedida por intervenções do primeiro presidente do Conselho Constitucional, Rui Baltazar e o veterano da luta de libertação nacional, Óscar Monteiro.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos