O País – A verdade como notícia

“Locomotiva” da capital trucida águia negra e pressiona líderes

O Ferroviário Maputo venceu o Desportivo de Maputo, por 3-0, no clássico da capital de país e aproxima-se da dupla de líderes, Ferroviário da Beira e Black Bulls, que somaram a segunda vitória consecutiva na prova. Liga Desportiva de Maputo e Tu de Chimoio continuam sem pontuar no Moçambola 2021.

O campeonato nacional de futebol, o Moçambola 2021, vai na sua segunda jornada e as surpresas da primeira jornada não param de acontecer. Desta vez foi a Black Bulls a se destacar ao somar a segunda vitória em igual número de jogos, enquanto em sentido contrário está a Liga Desportiva de Maputo e o Textáfrica de Chimoio, que continuam sem pontuar.

Na partida mais importante da segunda jornada do Moçambola, o Ferroviário de Maputo não teve meias medidas para suplantar o Desportivo, que não teve argumentos para parar a avalanche ofensiva da turma de Daúde Razaque. Mutong, uma das joias contratadas ao Maxaquene, colocou o Ferroviário de Maputo a vencer no final dos primeiros 45 minutos, e na segunda parte foi Macha a aumentar a vantagem aos 64 minutos, antes de Kito justificar o porquê ser chamado frequentemente aos Mambas com um golaço de levantar qualquer estádio, do meio da rua, a selar a vitória e os três pontos que garantiram a “locomotiva” da capital continuar a carburar dentro dos trilhos, agora somando quatro pontos, na quarta posição, menos dois que a dupla da frente, que venceu os dois jogos até disputados.

Já a turma de Rogério Marianni continua sem vencer e depois do empate na jornadas inaugural perdeu e caiu para a zona da despromoção, estando acima apenas da Liga Desportiva de Maputo e Textáfrica de Chimoio, que ainda não pontuaram.

“TOUROS” E “LOCOMOTIVAS” DA BEIRA DIVIDEM LIDERANÇA

O Ferroviário da Beira assaltou a liderança do Moçambola após somar duas vitórias consecutivas na prova. O estreante Ferroviário de Lichinga foi a vítima nesta jornada, que mesmo jogando em casa, e a estrear o relvado sintético do estádio Municipal 1° de Maio, não conseguiu festejar no seu primeiro jogo em casa.
Sem público nas bancadas por conta da pandemia da COVID-19, o Ferroviário da Beira começou por marcar aos 40 minutos por Comissário, resultado com que foram ao intervalo.

Só na ponta final é que houve mais festa do futebol, com dois golos nos minutos finais. David fez o segundo para a turma de Akil Marcelino aos 85 minutos e três minutos foi Zacarias a reduzir, dando ainda possibilidades de chegar ao empate. É que depois da vitória na primeira jornada, nos minutos finais, pensou-se que a história iria se repetir, mas desta vez os “locomotivas” de Chiveve fecharam-se em copas e não permitiram veleidades, terminando com a vitória que garantiram os três pontos e a liderança na prova.

Uma liderança que é partilhada com a Black Bulls, que está nesta competição não só para surpreender, mas também para mostrar a sua grandeza no futebol moçambicano.

Os “touros” estrearam-se em casa com uma vitória, e a vítima foi a anterior líder da prova, a ENH de Vilankulo, que sucumbiu por duas bolas sem resposta. Ejaita foi a figura da partida ao apontar os dois golos da turma da casa, sendo o primeiro de grande penalidade, na primeira parte, e outro na segunda parte.

A Black Bulls co-lidera com o Ferroviário da Beira, com dois pontos cada um.

CAMPEÃO VENCE DE REVIRAVOLTA

Quem saiu a sorrir nesta jornada, depois da “pequena crise” que assolou a colectividade é o Costa do Sol. Na recepção ao Incomáti de Xinavane, treinada por Artur Comboio, antigo jogador dos “canarinhos”, o Costa do Sol venceu por duas bolas a uma.

Mas não foi uma vitória fácil, pese embora tenha tido várias oportunidades de marcar. Aliás, se Isac e Mário tivessem tido boa pontaria e o Joaquim, guarda-roupa da ENH não estivesse em dia sim, de certeza que o resultado seria outro. Até porque os “hidrocarbonetos” foram os primeiros a marcar, de grande penalidade, a castigar falta sobre Parkin, que foi bem cobrado por Delson, aos 18 minutos.

Mas na segunda parte, depois de várias investidas “canarinhas”, Abel e Mário deram a volta ao marcador e ofereceram os três pontos a turma de Horácio Gonçalves, para sacudir a crise interna.

A ENH perde a liderança da prova e cai para sexta posição, sendo alcançada pelo Costa do Sol, que mesmo assim está na nona posição, embora com os mesmos pontos.

FERROVIÁRIO DE NACALA ABANDONA CAUDA

Quem também sorriu foi o Ferroviário de Nacala, que nesta jornada recebeu e venceu o primodivisionário Matchedje de Mocuba a tangente.

Foi, de resto, uma partida em que as duas equipas se equilibraram em vários momentos, com o resultado a ser uma incógnita até ao final, pese embora Mayunda tenha marcado ainda aos nove minutos.

Assim, os “locomotivas” de Nacala deixam a cauda onde estavam à entrada desta jornada e passam para a terceira posição, mas ultrapassam os “militares”, que estão um lugar abaixo, com apenas um ponto alcançado na jornada inaugural.

 

LD MAPUTO E TEXTÁFRICA AINDA NÃO PONTUARAM

Nesta jornada houve uma certeza! Duas equipas continuam sem pontuar nesta jornada, nomeadamente o Textáfrica do Chimoio e Liga Desportiva de Maputo, que voltaram a perder nesta jornada.

Os “ex-muçulmanos” não tiveram forças e nem engenho para suplantar a União Desportiva de Songo.

Jogando em casa, os “hidroeléctricos” marcaram cedo, por LauKing, antes de Jonh Banda aumentar logo depois da meia hora do jogo. Mas uma má abordagem da defensiva do Songo provocou uma grande penalidade que Turras, a joia da Liga Desportiva de Maputo, tratou de marcar e reduzir a desvantagem.
Na segunda parte as duas equipas procuraram de todas formas visar a baliza adversária, mas não houve espaço e nem grandes oportunidades, terminando a partida com vitória dos vencedores da Taça de Moçambique de 2019, por duas bolas a uma.

Já os “fabris” do planalto também não tiveram forças para evitar a derrota, mesmo jogando em casa, ao serem derrotados pelo Ferroviário de Nampula, em plena Soalpo, a tangente. Caló, aos 42 minutos, marcou o único golo da partida e colocou os “locomotivas” da capital do norte a somar os primeiros pontos e subir ao oitavo lugar.

As emoções do Moçambola 2021 continua no próximo final de semana com a disputar da terceira jornada.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos