O País – A verdade como notícia

“Locomotiva” apita na BAL e está a uma vitória dos “quartos”

O Ferroviário de Maputo venceu o segundo jogo na Liga Africana de Basquetebol, ao AS Douanes do Senegal, por 88-74 e está a uma vitória de se qualificar aos quartos-de-final da competição. Alvaro Masa voltou a evidenciar-se ao fazer 26 pontos, 9 ressaltos e 4 assistências.

Depois da derrota na primeira jornada diante do Zamalek do Egipto, impunha-se ao campeão nacional uma vitória para manter viva a esperança da qualificação aos quartos-de-final da maior competição de clubes do continente africano, organizado pela FIBA-Africa, em parceria com a NBA.

Ora, não se fez de rogada a turma moçambicana, que teve, em Alvaro Masa, mais uma vez, o maquinista que liderou a “locomotiva” para os números finais que garantiram a vitória.

O primeiro quarto do jogo foi bem conseguido pela turma moçambicana, que fez um parcial de 21-12, mas baqueando no segundo quarto, no qual foi derrotada por oito de diferença: 17-25, saindo ao intervalo a vencer com uma margem mínima de 38-37.

Milagre Macome reconheceu as fragilidades que a equipa teve no segundo quarto e tratou logo de corrigir o intervalo e a “locomotiva” regressou novamente a todo vapor. Os “estrangeiros” entraram em cena e carregaram a equipa às costas, fazendo com que, no terceiro período, voltasse a vencer por seis pontos de diferença: 24-19.

No último quarto, aproveitando a pressão que a turma senegalesa estava a ter na partida, até porque vinha de uma vitória na primeira jornada diante do GS Pétroliers, por 94-76, e não queria vergar, sob pena de perder a vaga para os quartos-de-final, o Ferroviário de Maputo obrigou o adversário a erros sistemáticos e defensivos, que permitiram que, logo cedo, tivesse cometido as cinco faltas, passando a dar lugar aos lançamentos livres.

Nesse período, os jogadores do Ferroviário de Maputo estavam com mão quente e certeira e fizeram um parcial de 26-18, terminando a partida a vencer por uma diferença de 14 pontos: 88-74.

A turma moçambicana precisa de vencer o GS Pétroliers da Argélia, na última jornada do grupo C, sábado, quando forem 14h00, para garantir a vaga na fase seguinte da competição.

Alvaro Masa novamente em evidência
Para este jogo, Milagre Macome iniciou a partida sem o capitão Custódio Muchate e, na quadra, estavam Baggio Chimondzo, Demarcus Holland, Myck Kabonga, Alvaro Masa e Adjehi Baru.

Desses, apenas Chimondzo não foi para além dos 18 minutos, já que os restantes fizeram acima de 35 minutos, nomeadamente 38:25 minutos para Holland, que foi o mais utilizado, 37:36 para Alvaro Masa, 37:19 para Kabonga, e 36:12 para Baru.

Dos restantes jogadores, além de Baggio Chimondzo, apenas Custódio Muchate e Inélcio Chire fizeram mais de 10 minutos (16:22 e 11:36, respectivamente), enquanto Milton Caifaz fez 2:24 e Hugo Martins 1:35. Stélio Dinis e Yuran Biosse não foram utilizados na partida.

No capítulo individual, o espanhol Alvaro Masa voltou a superiorizar-se e carregou o Ferroviário de Maputo para vitória importante na Liga Africana de Basquetebol.

O atleta, que vem representando os “locomotivas” da capital do país há mais de dois anos, fez 26 pontos, sendo seguido por Myck Kabonga, com 20, e Demarcus Holland, com 19 pontos.

Adjehi Baru fez 13 pontos e Baggio Chimondzo 8, enquanto Custódio Muchate terminou nos dois pontos na partida.

Nos ressaltos Adjehi Baru a ganhar a bola por 11 ocasiões, contra nove de Alvaro Masa e oito de Custódio Muchate.

A primeira fase da Liga Africana de Basquetebol termina no próximo domingo, seguindo-se os quartos-de-final, nos quais se qualificam os dois primeiros de cada um dos três grupos, mais os dois melhores terceiros classificados.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos