O País – A verdade como notícia

Linhas Aéreas de Moçambique pode retomar voos para Europa em Março de 2020

Após nove anos de banimento do espaço europeu, a companhia aérea nacional Linha Aéreas de Moçambique pode voltar, próximo ano, a voar para o "velho continente".

A boa nova foi anunciada pelo Presidente da Republica, Filipe Nyusi no balanço da visita de Estado que realizou desde terça-feira, a Portugal a convite do estadista português, Marcelo Rebelo de Sousa. Filipe Nyusi já tinha sido confrontado com a preocupação, quarta-feira, durante o encontro com a comunidade moçambicana, que pediu o restabelecimento dos voos da companhia Linhas Aéreas de Moçambique (LAM), na esperança de reduzir os custos das passagens aéreas de ligação entre os dois países.

"Nós vamos pressionar para resolver aquela questão de sermos evitados para voar. A LAM própria, nem que seja em parceria com a TAP ou outra companhia", disse o Presidente aos moçambicanos, afirmando ser objectivo do Governo "ver a companhia de bandeira nacional a voar para pelo menos alguns países onde temos a maioria dos nossos cidadãos que vivem na diáspora.

Já, ontem, em conferência de imprensa de balanço, trouxe dados mais concretos. "Possivelmente em Março, as Linhas Aéreas de Moçambique poderão voltar a voar para este país, para Lisboa, se não houver contratempos", referiu Filipe Nyusi, esclarecendo, entretanto, não ser verdade a percepção de que o restabelecimento dos voos possa tornar as passagens mais baratas. Ou seja, a retoma não significaria "linearmente a redução de custos para os moçambicanos aqui residentes", clarificou.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos