O País – A verdade como notícia

Liga Portuguesa de Futebol apoia vítimas do ciclone IDAI na 27ª jornada

Um comunicado da Liga Portuguesa de Futebol enviado aos clubes da primeira e segunda ligas locais refere que a instituição que gere os campeonatos de futebol pretende levar a cabo uma campanha solidária de apoio às vítimas do ciclone Idai. Assim, em todos os campos onde vai decorrer uma partida da jornada 27 da Liga NOS, bem como da LigaPro, entre sexta-feira e segunda-feira, haverá um local identificado onde os portugueses vão depositar seu apoio para as vítimas do ciclone e das inundações no centro do país.

De acordo com o comunicado da Liga Portuguesa de Futebol, “a acção consiste na recolha de bens alimentares, vestuários e outras necessidades básicas, em todos estádios, entre os dias 29, 30 e 31 de Março e 01 de Abril de 2019”, sendo que por isso conta com a colaboração de todas Sociedades Desportivas “para se associarem a esta causa”.

Dentre os vários produtos solicitados pelas autoridades moçambicanas para apoio dos portugueses que forem assistir aos jogos da 27ª jornada dos campeonatos portugueses, o comunicado destaca desinfetantes de água, barras energéticas, solução oral hidratante, pensos higiénicos, redes mosquiteiras, anti-maláricos, medicação para diarreias, velas, lençóis e mantas.

Depois desta colecta nos estádios, a Liga Portuguesa de Futebol vai recolher os produtos angariados entre segunda e terça-feiras, devendo canalizar às vítimas, através dos Transportes Aéreos de Portugal (TAP), ainda na próxima semana.

O comunicado termina dizendo que “acreditamos que, juntos, ajudar quem mais precisa. Porque ser do futebol, também é ser solidário”.

Mas o ponto mais alto desta campanha de solidariedade nos campos de futebol em Portugal será no Estádio de Restelo, onde as equipas femininas do Benfica e do Sporting se defrontam para o jogo da segunda mão da Taça de Portugal. Para o efeito, o presidente da Federação Portuguesa de Futebol convidou o seu homólogo de Moçambique, Alberto Simango Jr., para assistir ao jogo e assim testemunhar esta campanha. Simango Jr. deixou o país esta quinta-feira com destino a Lisboa para o efeito da campanha de solidariedade às vítimas do Idai, um ciclone tropical que devastou, inclusive, recintos desportivos nas províncias de Sofala e Manica.

O jogo entre as equipas femininas do Benfica e Sporting está marcado para sábado, às 18.00 horas de Maputo (16.00 Horas de Lisboa) no Estádio de Restelo, onde as receitas irão reverter a favor das vítimas da catástrofe. A receita líquida será integralmente entregue à Cruz Vermelha Portuguesa, que procede nesta altura a uma recolha de fundos para auxiliar as vítimas da emergência humanitária em Moçambique.

Outra forma portuguesa de ajudar Moçambique foi feita pela selecção local, que autografou camisolas que vão ser utilizadas para angariar receitas que permitam ajudar pessoas afetadas pela tragédia que assolou Moçambique. As camisolas foram autografadas pelos 24 jogadores que se encontravam no estágio da selecção portuguesa que disputou dois jogos de apuramento ao Campeonato da Europa de 2020, em que empatou a zero com a Ucrânia e a um golo com Luxemburgo, ambos jogos realizados no Estádio da Luz.
 
 Pedro Proença adia visita a Moçambique
O Presidente da Liga de Futebol de Portugal, Pedro Proença, adiou a sua vinda a Maputo a convite do seu homólogo moçambicano Ananias Couana, que estava prevista para este final de semana, curiosamente para coincidir com o arranque do Moçambola 2019. De acordo com o comunicado da Liga de Portugal, este adiamento tem que ver com “motivos de agenda, de carácter urgente”, nomeadamente para permitir que o dirigente máximo da liga portuguesa de futebol acompanhe de perto a campanha de angariação de apoios às vítimas das inundações e do ciclone Idai no centro do país, que vai ter lugar em todos estádios que vão acolher jogos da 27ª jornada da Liga NOS e da LigaPro.

Assim, a visita de Pedro Proença, que tem como objectivo principal a assinatura de memorando de entendimento entre as duas instituições que gerem os campeonatos nacionais dos dois países, ficou remarcada para os dias 01 a 04 de Maio próximos.

Pedro Proença reiterou, no comunicado enviado a Liga Moçambicana de Futebol, que “mais uma vez lamenta o sucedido” no centro do país e espera que “a visita contribua para a dinamização do futebol de Moçambique, sendo certo que continuaremos empenhados a dar nosso contributo para o seu engrandecimento”.

Esta visita de Pedro Proença é em resposta ao convite formulado pelo seu homólogo moçambicano, Ananias Couana, durante a visita que efectuou a Portugal e Espanha, em Janeiro passado, para procurar apoios de viabilização do campeonato nacional de futebol, o Moçambola 2019.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos