O País – A verdade como notícia

Líbano enfrenta novo lockdown devido ao aumento de casos de COVID-19

Ainda a recuperar-se da tragédia que o assolou há pouco mais de duas semanas, o Líbano vive, desde sexta-feira, um novo lockdown, devido ao aumento do número de casos da COVID-19, resultante das explosões de 4 de Agosto, no Porto de Beirute.

Ao confinamento adoptado, soma-se um toque de recolher obrigatório das 18h às 6h, para fazer frente aos elevados índices de contaminação dos últimos dias.

Só esta sexta-feira, o governo libanês registou um novo pico de 628 novas infecções em um dia, com três mortes, elevando assim o número de casos para mais de 11.500 e 116 mortes.

Esta é a terceira vez que se decreta lockdown naquele país. A primeira vez durou um mês e foi imposta em meados de Março.

Outro confinamento foi imposto no final de Julho, mas durou apenas cinco dias, em razão da explosão, que deixou vários hospitais danificados, o que aumenta a dificuldade de tratar os contaminados pelo vírus.

As autoridades temem que o sector da saúde tenha dificuldades para responder a um novo pico de infecções pelo vírus, especialmente porque alguns hospitais perto do porto foram seriamente danificados.

Já o reconfinamento não afectará os esforços de limpeza nos bairros mais atingidos pela explosão, segundo as autoridades. Lojas de alimentos, supermercados e outros comércios poderão funcionar, mas com medidas preventivas.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos