O País – A verdade como notícia

Lei que versa sobre armas químicas poderá ser aprovada dentro de dias

A Lei que pretende evitar que o país seja devastado por armas químicas já está em fase conclusiva e poderá ser aprovada dentro de dias. A garantia é do Ministro da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos, Joaquim Veríssimo.

Nunca houve registo de utilização de armas químicas no país. Mas, em Outubro de 2017, um grupo de pessoas matou e desalojou várias outras em Cabo Delgado. De lá até esta parte, ninguém sabe quem são e como se fizeram ao país. Para evitar que grupos insurgentes como este introduzam armas químicas, altamente destrutivas, o Governo moçambicano criou uma lei que irá tratar desta matéria.
 
A lei a ser aprovada dentro de dias será seguida pela aquisição de material apropriado para a detecção e destruição de armas químicas.
 
Joaquim Veríssimo falava em representação do Ministro dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, no seminário de capacitação da autoridade nacional sobre a convenção de armas químicas em Maputo, composto por 193 estados e que terá a duração de três dias.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos