O País – A verdade como notícia

Lançado sistema que visa apertar cerco contra o contrabando de mercadorias

Anualmente Moçambique perde milhões de meticais devido a fragilidades no controlo de mercadorias em trânsito. Estima-se que só nos últimos cinco anos, 67 biliões de meticais foram perdidos, o equivalente a cerca de 10% do Produto Interno Bruto (PIB).

Os dados são preocupantes, por isso, o Governo quer reverter a situação. Nesse âmbito, a Autoridade Tributária (AT) lançou, esta segunda-feira, o Sistema Electrónico de Selagem e Rastreio de Carga em Trânsito (SEERC).

O serviço visa eliminar o contrabando e desvio de mercadorias que acabam sendo introduzidas de forma ilegal, no mercado.

O sistema que vai assegurar a selagem electrónica em tempo real através do recurso GPS/GPRS é doptado de tecnologia de ponta e permite a pronta actuação das autoridades em caso de tentativas de furto ou desvio de mercadorias.

Monitorado por uma central de comando que funciona 24 horas, o serviço vai funcionar em fase piloto nos corredores de Maputo, Beira e Nacala.

O sistema permite a selagem de carga em contentores, carga a granel, ou seja, diversa carga transportada em navios e combustível transportado em tanques.

Com o sistema, a AT garante que serão reduzidos os custos de transação, riscos e tempo de trânsito das mercadorias, bem como os incidentes causados nas tentativas de desvio de mercadorias como combustíveis, que acabam resultando em perdas humanas.

O serviço será operacionalizado pela Mozambique Electronic Cargo Tracking Services, uma firma seleccionada através de um concurso internacional, no ano passado.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos