O País – A verdade como notícia

Lançado Repositório Científico/Portal de Acesso Aberto da CPLP

A Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) lançou ontem o Repositório Científico/Portal de Acesso Aberto da CPLP. Segundo a agremiação, trata-se de um dispositivo que vai estimular o aproveitamento do potencial das Tecnologias de Informação e Comunicação  (TIC) ao serviço da CPLP, através da disponibilização de “softwares” livres e acervos bibliográficos do acesso à produção científica nos  Estados-Membros.

Discursando durante o evento, Zacarias da Costa, secretário executivo da CPLP, referiu que o projecto visa edificar e tornar os dados acessíveis e viáveis para todas as partes interessadas, bem como contribuir para o usufruto da ciência na língua portuguesa.

Segundo explica  Zacarias da Costa, o projecto tem uma abrangência comunitária, permitindo aos Estados-Membros a sua utilização, mesmo aos que não dispõem de repositório científico nacional.

Por sua vez, o ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Daniel Nivagara, destacou a importância de  um repositório científico institucional e/ou nacional que possibilita maior visibilidade à produção intelectual das instituições, reunindo-a em um único ponto de acesso e estimula a circulação do conhecimento, de modo a fortalecer a interacção institucional com o livre acesso à informação científica, além de conferir transparência e incentivar a comunicação científica entre os investigadores, educadores, gestores, estudantes de graduação e pós-graduação e a sociedade em geral.

Na ocasião, o ministro referiu que a importância de um repositório científico reside, igualmente, no facto do mesmo constituir uma plataforma digital de serviços de informação, gestão, armazenamento, preservação e disseminação de dados digitais produzidos no universo das actividades de ensino, investigação, extensão e inovação das instituições de ensino superior e de investigação científica.

“Gostaríamos de felicitar e encorajar a todos nós, Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), pela implementação deste importante e estratégico projecto do Repositório Científico da CPLP/Portal de Acesso Aberto da CPLP, augurando que o mesmo propicie, de facto, o quanto antes, maior promoção, fomento e impulso à edificação do Espaço do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia da CPLP”, salientou o dirigente.

Na sua alocução, Daniel Nivagara explicou que, em Moçambique, a primeira iniciativa da criação de repositórios científicos de acesso aberto surgiu no ano de 2009, com a criação do “Repositório Saber” que foi instalado na Biblioteca Central da Universidade Eduardo Mondlane (UEM).

Segundo o ministro, a existência de um repositório científico da CPLP/Portal de acesso aberto da CPLP, constitui mais-valia, pois possibilitará, entre outros, o registo e preservação de conteúdos académicos e científicos produzidos por Instituições de Ensino Superior e de Investigação Científica nos países de língua oficial portuguesa; a ampliação do acesso e disseminação dos resultados da investigação científica e potencializar o intercâmbio entre as instituições nos domínios de ensino, investigação, extensão e inovação tecnológica nos países de língua oficial portuguesa.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos