O País – A verdade como notícia

Zambézia conta com um projecto para reduzir desflorestamento

O Fundo de Desenvolvimento Sustentável (FNDS) lançou, na província da Zambézia, o projecto “Janela de Financiamento” que visa apoiar as comunidades e empresas que tenham iniciativas de redução de desflorestamento.

Manuel Gonçalo, representante do Fundo Nacional de Desenvolvimento Sustentável na Zambézia, diz que a “Janela de Financiamento” constitui uma oportunidade para as comunidades, sector privado, entre outros actores da província, submeterem planos que visam colmatar o desmatamento e, por isso, contribuir para o bem da floresta.

Gonçalo explicou ainda que a província espera receber ganhos da redução de emissões do carbono, referentes aos anos de 2019 e 2020. O programa-piloto iniciou em 2018 e termina em 2024.  Dos ganhos monetários esperados, 70%  do valor vai para as comunidades locais, 20% para sector privado, 4% para governos distritais, 4% para o Parque Nacional do Gilé e 2% para o sector do ambiente.

O projecto cobre 5,3 milhões de hectares em nove distritos da província da Zambézia, entre os quais Gilé, Mocubela e Maganja da Costa.

Refira-se que Moçambique é o primeiro país com créditos de carbonos certificados dos 47 inscritos. A província da Zambézia encaixou 6,4 milhões de dólares do fundo de carbono referente ao relatório de 2018.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos