O País – A verdade como notícia

LAM longe de ter aeronaves próprias

Foto: O País

A empresa Linhas Aéreas de Moçambique vai alugar mais uma aeronave até Julho deste ano. A informação foi avançada esta segunda-feira pela PCA do IGEPE no âmbito da visita de trabalho que os deputados da Comissão de Plano Orçamentos efectuaram ao Instituto.

Com sete mil milhões de Meticais de dívidas e em situação de falência técnica, a LAM vai continuar a funcionar sem aeronaves próprias. Para já, até Junho, vai chegar mais uma, no caso, uma Q400. A Presidente do Conselho de Administração do Instituto, Ana Isabel Senda Coanai, explicou que não se está “a equacionar uma aeronave por agora”.

Isto significa que a empresa, que é participada pelo Estado, vai continuar a ter custos com o aluguer dos aviões. Porém, recorde-se, não é apenas essa a despesa regular que a empresa tem. Fora as de funcionamento, a LAM deve, anualmente, gastar 140 milhões na dívida que a empresa tem com terceiros, sendo que o pagamento é feito na base de uma reestruturação da mesma.

Esta é a explicação que a PCA do IGEPE deu aos jornalistas depois de ter estado com os deputados da Comissão de Plano e Orçamento da Assembleia da República, onde apresentou a situação geral das empresas que estão na sua carteira.

Em geral, o Instituto encontra-se no famigerado processo de reestruturação das empresas participadas pelo Estado, mas é uma intervenção que encontra como barreira o facto de o IGEPE ser “um accionista pobre”, tal como disse a própria gestora.

Uma reestruturação que, por vezes, significa a extinção de algumas empresas. O exemplo mais recente é a Correios de Moçambique. O que é novidade aqui é que, afinal, esta firma será substituída por outra, cuja proposta de criação está em estudo pelo IGEPE. Há pressupostos já conhecidos. Deverá ser uma nova Correios de Moçambique mais adequada à realidade actual.

Na carteira de empresas, o IGEPE também conta com a Tmcel, outra firma problemática. Porém, o IGPE é optimista sobre o futuro, principalmente com o investimento que está a ser feito actualmente. São 134 milhões de dólares investidos na instalação da rede 4G, que neste momento está em implementação na região do Grande Maputo

Este e outros dados impressionaram positivamente a Comissão de Plano e Orçamento, pelo menos é o que disse o Presidente da mesma, António Niquice, que destacou o facto de o IGEPE ter dado seis mil milhões de Meticais ao tesouro em 2020.

Porém, importa destacar que, na verdade, esse salto se deveu à integração de novas empresas na carteira do IPEGE, tais como a HCB e CFM.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos