O País – A verdade como notícia

Kuvaninga abre oficinas de pintura com Mulalene

Mulalene foi o artista plástico convidado a inaugurar a temporada de oficinas de pintura e produção de livros alternativos da Kuvaninga, editora moçambicana que se dedica à edição de livros com capas de cartão reaproveitado.

De acordo com Kuvaninga, a oficina que decorreu na Estação 8, espaço que se projecta a tertúlias culturais no Bairro Chiango, em Maputo, tinha como propósito a produção de capas para o mais recente livro de Dionísio Bahule, intitulado Tabuleiro Semiótico [ou] O cálculo da raiz quadrada. A obra irá dar o pontapé de saída às festividades dos 10 anos da Kuvaninga, que se resumem em lançamentos de livros, oficinas, feiras, concursos e mesas redondas durante 10 meses, entre Março e Dezembro, em vários pontos do país.

Numa primeira fase, Mulalene vai produzir 150 obras em duas semanas, ou seja, até 27 de Março. Mais do que pintar, Mulalane imprime uma nova técnica na produção dos livros, rompendo com a tradicional técnica usada pela Kuvaninga. No primeiro dia de trabalho, Mulalene foi coadjuvado por Joss, pintor e fundador da editora, por e Nhochi, menor que se interessa pela arte da pintura.

Quanto ao Tabuleiro Semiótico [ou] O cálculo da raiz quadrada”, é uma obra em que Bahule cruza várias disciplinas do saber – Filosofia, Literatura, Arte, Semiótica e Estética – à procura de construir um pensamento crítico contextualizado à nossa realidade, sem os cânones ocidentais, como também abrir novos atalhos para edificá-los.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos