O País – A verdade como notícia

Jovens preocupados com desemprego na Hotelaria

Despedimentos ilegais, contratos de curta duração, além de violação de outros direitos laborais são as principais preocupações apresentadas sexta-feira, em Maputo, durante a reunião dos jovens trabalhadores do sector da Indústria Hoteleira, Turismo e Similar da cidade e província de Maputo.

No encontro, os participantes defenderam a necessidade de o governo fiscalizar o cumprimento das políticas de emprego para garantir respeito pela lei do trabalho pelo empregador.

No evento que tinha como um dos objectivos debater a situação dos jovens daqueles sectores foi eleito Adérito Roque Mariquele, como coordenador de jovens daquele sector. Na ocasião o eleito prometeu fortalecer parcerias com várias entidades para a melhoria das condições de trabalho da juventude do sector. Para o efeito, Mariquele disse que juntamente com seu elenco vai visitar e manter encontros com patrões do sector Hoteleiros, Turismo e Similar com vista a promover respeito pela lei de trabalho, com destaque para erradicação dos despedimentos ilegais.

Por sua vez, Gonçalves Zitha, secretário da Indústria Hoteleira, Turismo e Similares da cidade de Maputo que abriu o encontro admitiu haver melhorias no respeito à lei do trabalho nos últimos três a cinco anos, mas disse ainda persistem vários desafios. Segundo ele ainda há patrões que dão contratos de curta duração (três meses) e depois procuram pretextos para despedir seus trabalhadores, o que depois compromete a qualidade dos serviços. Para travar o comportamento, Zitha disse que o sindicato vai continuar a pressionar o patronato através de várias formas.
 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos