O País – A verdade como notícia

Jornalista do Grupo Soico vence “Prémio Saúde para Jornalistas”

O Ministério da Saúde (MISAU) e parceiros premiaram sete profissionais das diversas áreas de comunicação social, do concurso “Prémio Saúde para Jornalistas”, nesta sexta-feira.

A jornalista Cledy Marinela, do Grupo Soico, foi a única vencedora na categoria de televisão com a matéria que relata a situação de nutrição no país. Na ocasião, Marinela reconheceu que esta conquista reflecte o esforço de uma equipa.

“Este prémio é um encorajamento para fazer mais matérias ligadas à saúde, que é uma área de muitas oportunidades. Além de se trazer a notícia, transmite-se informação que ajuda a melhorar a vida das populações” acrescentou Marinela.

Na categoria de imprensa escrita Aurélio Muianga, da Revista Tempo, classificou-se em primeiro lugar com o trabalho “A situação dos sanitários escolares”. Muianga considera que o prémio é um incentivo para continuar a trabalhar e nunca desistir da profissão.

“Tive que percorrer por 12 escolas do ensino primário para poder escrever sobre o assunto, e não foi tarefa fácil”, disse Muianga.

Falando na cerimónia depois da divulgação dos resultados deste prémio, o Inspector-Geral da Saúde, Martinho Dgedge, agradeceu à Comunicação Social pelo trabalho que tem feito sobre a saúde. E manifestou, na ocasião, a abertura em colaborar com os órgãos de comunicação social com vista a conferir formas inovadoras de fazer com que a mensagem certa chegue às populações. 

O Prémio de Saúde para jornalistas, iniciativa do Ministério da Saúde e do Sindicato Nacional de Jornalistas, tem o apoio técnico e financeiro da Organização Mundial da Saúde, do Fundo das Nações Unidas para a Infância e Fundo das Nações Unidas para a População.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos