O País – A verdade como notícia

Joga-se amanhã acesso à final do apuramento à BAL

Foto: Lance

Ferroviário de Maputo e Costa do Sol protagonizam, amanhã, às 17horas, o jogo de destaque das meias-finais do Torneio de Apuramento à Liga Africana de Basquetebol. Às 14h30, o Desportivo joga com o Ferroviário da Beira.

O acesso à final do torneio de apuramento à Liga Africana de Basquetebol disputa-se esta quarta-feira, com o cruzamento das quatro equipas que disputam a prova, desde o passado sábado, nomeadamente, Ferroviário da Beira, Costa do Sol, Ferroviário de Maputo e Desportivo Maputo, pela ordem de classificação da fase regular.

Primeiro e digno representante de Moçambique na edição de estreia da Liga Africana de Basquetebol, prova na qual ocupou o quinto lugar num total de 12 equipas, o Ferroviário de Maputo parte para o cruzamento mais pressionado.

É que, além de contrariar o histórico dos últimos quatro jogos com os canarinhos nos quais perdeu três e venceu apenas um este ano, nomeadamente, no Torneio Nutrição e, agora nesta fase de apuramento, há ambição de manter o sonho de voltar a estar na maior competição de basquetebol continental da actualidade. Mesmo com um plantel curto, resultante da razia sofrida.

E há números que jogam a seu favor nos confrontos das meias-finais com o Costa do Sol. Em 2016, 2017 e 2018, venceu por 2-0 na série dos play-offs a melhor de três.

Mas, depois de ter participado na fase final da Basket Africa League, o Ferroviário de Maputo não tem estado ao seu nível elevado, tendo perdido dois jogos nesta competição, diante do seu homónimo, por 87-82, no jogo de segunda-feira, e Costa do Sol (87-75), no jogo inaugural, tendo ganhado apenas o Desportivo Maputo no segundo jogo, por 109-72.

Por seu turno, reforçadíssimo e com estatuto de detentor do Torneio Nutrição, o Costa do Sol tem a obrigação de fazer mais neste jogo. De resto, mesmo tendo apostado em jogadores locais, alguns deles vindo do próprio Ferroviário de Maputo, apresenta soluções para voltar a fazer história, tal como o fez em 2001, na Beira, quando conquistou o único campeonato nacional no seu palmarés.

Aliás, os “canarinhos” sempre assumiram o desejo de vencer esta competição e representar o país na fase final da Liga Africana de Basquetebol e, por isso, este será, de certeza, o jogo mais importante rumo ao seu objectivo.

 

SÓ UM MILAGRE PARA TIRAR FERROVIÁRIO DA BEIRA DA FINAL

Claramente favorito, o Ferroviário da Beira joga com um Desportivo de Maputo que não tem, nem tão pouco, estrutura para lhe fazer frente. Os “locomotivas” do Chiveve têm, ainda, a vantagem de terem vencido o Desportivo de Maputo nos duelos das meias-finais, entre os dois conjuntos em 2014 e 2016.

Ademais, as duas “chapas-100” infligidas pela equipa da Beira ao Desportivo e Costa do Sol, e o facto de, diante do seu homónimo de Maputo, ter baixado a velocidade e pressão, como forma de poupar esforços para os jogos que se seguem, fazem com que seja a equipa mais esclarecida e, evidentemente, favorita a vencer os “alvi-negros”.

Só mesmo um milagre, um dia não para os “locomotivas” de Chiveve, para permitir ao Desportivo Maputo vencer a partida e chegar à final da prova.

O jogo Costa do Sol vs Desportivo de Maputo está marcado para às 17 horas. Já o duelo Desportivo vs Ferroviário da Beira será às 14h30.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos