O País – A verdade como notícia

Jeremias Manjate vai jogar no Guimarães

O internacional moçambicano Jeremias Manjate foi apresentado, terça-feira, como novo reforço da equipa sénior masculino de basquetebol do Vitória de Guimarães, em Portugal.

O poste, de 22 anos, deixa, desta forma, o Sporting dois meses depois de se ter sagrado campeão nacional pelo clube após vitória sobre o FC Porto (86-85) no jogo 5 da final do “play-off”. Os “leões” voltavam a erguer o troféu na Proliga 39 anos depois.

Jeremias Manjate fez, na última temporada, 36 jogos dos quais 18 na Liga Placard, 12 na Proliga, 4 na Taça de Portugal e 2 na Taça da Liga.

Para além do campeonato, Manjate conquistou a Taça de Portugal, em Abril, numa final em que o Sporting bateu o Imortal (83-59) em Matosinhos.

Jeremias Manjate chegou a Portugal em 2015 para jogar no NB Queluz, vindo do histórico Maxaquene após passagem pela Bela Rosa. Mais tarde, representou o Belenenses antes de chegar ao Sporting na temporada 2019/2020. Apesar de ter integrado o plantel dos ‘leões’ nos últimos dois anos, o moçambicano, que actua como poste, foi cedido por duas vezes à Academia do Lumiar, da Proliga.

Jeremias Manjate estreou-se pela selecção principal de basquetebol em Novembro de 2020 na janela de qualificação para o “Afrobasket” 2021, havida em Ruanda. Depois, em Fevereiro último, voltou a ser chamado para representar Moçambique na derradeira fase de apuramento para o “Afrobasket” em Yaoundé, Camarões.

Nestas fases, o poste moçambicano teve uma média de 4,8 pontos, 5.4 ressaltos e 0.4 assistências num total de cinco jogos.

O poste acumulou 77 minutos (15.4 por jogo) com 9/30 nos lançamentos de campo ( 0 em 3 nos tiros exteriores (0 % de aproveitamento), 6 em 8 nos lances livres (média de 75%), 27 ressaltos dos quais 11 ofensivos e 16 defensivos, duas assistências e 24 pontos.

A melhor pontuação foi diante de Angola com 8, numa partida em que contabilizou 23 minutos quadra. Terminou, lembre-se, com 3 em 10 nos lançamentos de campo (30% de aproveitamento),

2 Em 4 na linha de lances livres (50%), 7 ressaltos (dois ofensivos e cinco defensivos) e duas perdas de bola.

Manjate não foi utilizado na última partida diante do Quénia por decisão do seleccionador nacional de basquetebol sénior masculino, Miguel Guambe.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos