O País – A verdade como notícia

Já há condições para arranque do Moçambola a 9 de Janeiro

O Secretário de Estado do Desporto, Carlos Gilberto Mendes, chamou os presidentes da Liga Moçambicana de Futebol e da Federação Moçambicana de Futebol, Ananias Couana e Feizal Sidat, para esclarecer, de uma vez por todas, as condições para o arranque do Moçambola, na sua edição 2020/2021.

Depois de pouco mais de uma hora reunidos à porta-fechada, houve fumo branco. Já há condições para o arranque do Moçambola, nas primeiras semanas de Janeiro próximo. Esta garantia foi dada pelos respectivos presidente da Federação e Liga Moçambicana de Futebol, que asseguraram que já foram identificados os parceiros para cobrir o défice orçamental implantado pelo agravamento das taxas das Linhas Aéreas de Moçambique para transporte das equipas.

Feizal Sidat garantiu que a prova vai iniciar, efectivamente, entre 9 ou 16 de Janeiro, restando apenas à Liga Moçambicana de Futebol realizar a sua Assembleia Geral para o sorteio e discussão de outros assuntos organizacionais.

Mais, Feizal prometeu que a Federação Moçambicana de Futebol vai apoiar os clubes que contam com problemas financeiros por não terem patrocínio de empresas estatais ou outras formas de renda, tendo em conta as primeiras jornadas serão à porta-fechada.

Por seu turno, Ananias Couana assegurou que ainda este ano será realizada a Assembleia Geral da Liga Moçambicana de Futebol para o sorteio do Moçambola, mas reitera estar refém da Federação Moçambicana de Futebol para saber quais os clubes que devem participar da prova, em função do término do processo de Licenciamento, tendo em conta que o Desportivo Maputo, Textáfrica de Chimoio e Incomáti de Xinavane estavam ainda neste processo.

Couana disse ainda que foram identificados ao parceiros que vão cobrir o défice de cerca de 18 milhões de meticais para a rúbrica de transporte aéreo, que continuava um calcanhar de aquiles para o arranque da prova, e que ao longo da época o orçamento será coberto por esses parceiros. Ou seja, o Moçambola vai arrancar sem que o orçamento tenha sido coberto na sua totalidade, mas com garantia e segurança de que a prova irá decorrer até ao seu final.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos