O País – A verdade como notícia

Já é possível testar quatro amostras para COVID-19 em 30 minutos

A empresa chinesa Coyote Bioscience desenvolveu um equipamento de testagem rápida para a COVID-19, com o apoio do governo local. O aparelho tem a capacidade de analisar quatro amostras simultaneamente, em aproximadamente 30 minutos, segundo explica Li Xiang, presidente da firma.

Este é considerado um avanço que revoluciona a capacidade de testagem e pode contribuir para uma resposta rápida à doença.
Com o novo equipamento, as amostras são colectadas e de seguida introduzidas na máquina de testagem, o que reduz as fases de análise e consequentemente o risco de contaminação das amostras durante o processo.

“Um laboratório padrão é altamente exigente, tanto em termos de pessoal, espaço e hardware. Para um hospital (…) sem um laboratório é muito dispendioso” disse Li.

Fora os custos com equipamento, o método tradicional exigia, também, pessoal altamente qualificado.

Agora, pela simplicidade da nova invenção, uma enfermeira competente pode realizar os testes.

O equipamento teve a aprovação da Administração Nacional de Produtos Médicos, em Julho. O Conselho de Estado tornou obrigatória a aquisição do mesmo em todos hospitais até finais de Agosto.

O equipamento ganhou destaque na recém-Feira Internacional de Comércio de Serviços da China, realizada em Pequim, entre 04 e 09 do corrente mês.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos