O País – A verdade como notícia

Iraque executa 21 condenados por terrorismo

Vinte e uma pessoas foram executadas, esta segunda-feira, no Iraque, por crimes relacionados com terrorismo, indicam fontes médicas e policiais locais citadas pelas agências internacionais.

Os 21 iraquianos, todos condenados por crimes relacionados com terrorismo, perpetrados recentemente ou há vários anos, foram executados por enforcamento na prisão central de Nassiriya (sul do Iraque), o único estabelecimento prisional do país que tem um “corredor da morte”, refere o Notícias ao Minuto.

Desde o anúncio da vitória contra o grupo extremista Estado Islâmico (EI), no final de 2017, os tribunais iraquianos têm imposto centenas de penas capitais a cidadãos iraquianos e estrangeiros, ao abrigo de um código penal que prevê a aplicação da pena de morte para qualquer pessoa que se tenha juntado a um “grupo terrorista”, independentemente de o acusado ter lutado ou não nas fileiras da organização terrorista.

O Iraque é frequentemente citado por organizações não-governamentais (ONG) de defesa dos direitos humanos a propósito da pena de morte.

Segundo o Notícias ao Minuto, em 2019, o país executou um total de 100 pessoas, o que representou quase uma em cada sete execuções em todo o mundo, de acordo com a Amnistia Internacional.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos