O País – A verdade como notícia

Invasão russa já causou mais de 100 mil deslocados

Foto: ACNUR

Os refugiados ucranianos estão cada vez mais a chegar à Polónia, Roménia e Moldávia, fugindo da guerra imposta pela Rússia no seu país. Pelo menos 100 mil pessoas estão desabrigadas na Ucrânia, segundo as Nações Unidas, que estimam que o número pode chegar a cinco milhões.

Longas filas de pessoas com os seus pertences nas estações ferroviárias é o que se vê desde o primeiro dia que a Rússia invadiu a Ucrânia.

Ao terceiro dia dos ataques à Ucrânia, as Nações Unidas estimam que pelo menos 100 mil pessoas estão desabrigadas, depois de fugirem de suas casas. Milhares já fugiram para países vizinhos, incluindo Moldávia, Roménia e Polônia.

Muitas das pessoas que fogem apenas levam malas com bens essenciais e deixam para trás suas casas e histórias de vida em busca de refúgio, pois no país de origem o ambiente é caótico.

Nessas deslocações, os rostos mais visíveis são de crianças em situações não apropriadas nas estações ferroviárias, onde elas e os pais passam as noites.

Porque a saída é massiva e os refugiados estão em condições vulneráveis, grande parte deles pediu aos países vizinhos que os recebessem e garantam o mínimo de condições de acolhimento.

A Agência das Nações Unidas para os Refugiados está a intensificar as operações e a capacidade de acolhimento na Ucrânia e noutros países vizinhos à medida que mais pessoas buscam abrigo.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos