O País – A verdade como notícia

Intensidade do “BATSIRAI” baixou para depressão tropical

Foto: O País

“BATSIRAI”, que vinha com ventos entre os 170 a 220 km/h, já baixou de categoria e agora a sua intensidade é de uma depressão tropical com ventos abaixo de 80 km/h.

É no Canal de Moçambique onde podem ser sentidos os efeitos da depressão tropical “BATSIRAI”, que, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (INAM), não vai atingir o continente.

“Ele estará muito próximo à Ilha de Madagáscar, o que também para nós é um bom sinal e significa isso que os seus efeitos não serão sentidos com muita gravidade na parte do continente. Não esperamos chuva forte em nenhum ponto do país. BATSIRAI não vai entrar no continente, os seus efeitos serão sentidos no Canal de Moçambique, próximo à Madagáscar, com ventos em torno de 70 a 80 km/h”, explicou o meteorologista Lelo Tayob, tendo depois deixado um apelo: “chamamos atenção àqueles que se fazem ao alto mar” para tomarem cuidado.

Tayob explicou que o INAM está a monitorar o outro sistema meteorológico (chamado CLIEF) que se formou na última sexta-feira, no Oceano Índico, e que evoluiu para o estágio de tempestade tropical.

“O CLIEF ainda não constitui perigo para nós, formou-se numa região próxima onde se originou o BATSIRAI. Está a evoluir, continua com movimentos como os do BATSIRAI, e vamos continuar a monitorá-lo”, avançou.

O INAM distancia-se do documento que circula nas redes sociais, supostamente emitido pelo Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural, contendo aviso sobre a previsão de chuva para os próximos dias, como resultado dos efeitos do “BATSIRAI”.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos