O País – A verdade como notícia

Inquérito seroepidemiológico sobre COVID-19 vai abranger 11 mil pessoas na capital

O foco do inquérito lançado hoje são os profissionais de saúde, transportadores de passageiros, agentes da polícia e idosos que estão em lares. O lançamento foi dirigido pela secretária do Estado na Cidade de Maputo, numa das residências da Polana Caniço B. Caso para dizer que o vírus não anda de casa em casa, mas já começa a ser procurado nas casas.

“Este inquérito decorre de três a 21 de Agosto. O objectivo é de avaliar o grau de exposição das pessoas”, explica Sheila Afonso, secretária do Estado na Cidade de Maputo.

Na ocasião esteve também a delegada do Instituto Nacional da Saúde na capital, que explica haver 80 inquiridores para realizar o trabalho.

A Cidade de Maputo tem até ao momento o maior número de casos activos da COVID-19. E para já, é a província com mais óbitos infectados pela pandemia.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos