O País – A verdade como notícia

Inquérito actualiza realidade agro-pecuária do país

O Presidente da República, Filipe Nyusi,lançou esta terça-feira o Inquérito Agrário Integrado (IAI), que vai trazer dados mais actualizados sobre a realidade deste sector, contribuindo para ao melhoramento das políticas de desenvolvimento.

Cento e quarenta distritos nacionais vão ser abrangidos pelo inquérito, que até meados de Dezembro vai trazer os resultados preliminares sobre a nova realidade agro-pecuária no país.

Trata-se de um inquérito que servirá de instrumento de planificação, para reforçar e melhor dirreccionar as políticas de desenvolvimento, sobretudo, as que incidem sobre a agricultura e pecuária, em particular.

O Presidente da República, Filipe Nyusi, que falava na cerimónia de lançamento oficial do inquérito, descreveu a iniciativa como sendo fundamental para trazer estatísticas mais fiáveis que ajudarão nas políticas de governação.

“As estatísticas nacionais fiáveis, de qualidade e disponibilizadas de forma pontual são extremamente importantes para os esforços de desenvolvimento do país. A sua disponibilização, para além de guiar os processos de planificação, implementação e avaliação dos nossos programas de desenvolvimento, ajuda-nos a tomar decisões mais informadas baseadas em dados concretos”, explicou.

O inquérito vai actualizar os dados da produção e produtividade agro-pecuária no sector familiar, que é responsável por 80% do que por cá se faz.

Para Filipe Nyusi, os resultados, que começarão a ser conhecidos dentro de três meses, vão dar luzes de direcção para as políticas de desenvolvimento.

“Através deste Inquérito Agrário Integrado 2020, será possível realizar inquéritos sectoriais para avaliar o progresso de um grande leque de estatísticas de estratégias nacionais”, disse o Chefe de Estado.

Por outro lado, o Presidente da República salientou que o IAI “permitirá actualizar os indicadores de produção e produtividade das principais culturas a nível nacional e tomará ainda, em conta, a dimensão de parcelas produtivas por agregado familiar e o rendimento médio por família”.

A realização do  IAI está orçado em cinco milhões de dólares e envolverá mais de 400 técnicos, na sua maioria inquiridores, que dentro de dias vão receber formação e capacitação para o efeito.

Aos seleccionados para o trabalho, Nyusi exigiu rigor e zelo, e recordou que qualquer falsificação de dados será punida.

“A falsificação de dados constitui um crime punível por lei. Os moçambicanos esperam que os resultados do inquérito tragam um retracto actual e o mais abrangente possível da agricultura nacional que irá constituir uma referência para o melhor conhecimento do sector, de modo a contribuir para melhores reflexões no sector agrário e áreas relacionadas”, realçou Nyusi.

OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS DO INQUÉRITO

A finalidade é aferir o nível de acesso dos produtores a tecnologia, assistência técnica, mercados, insumos e sistemas de rega; perceber a composição e algumas variáveis sócio-demográficas do agregado familiar; aferir o nível de vulnerabilidade dos agregados familiares agro-pecuário; principais desafios na produção, colheita, armazenamento, comercialização e agro-processamento.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos