O País – A verdade como notícia

Innovations Makers expõe plataforma que dinamiza atendimento bancário

A empresa Innovation Makers dispõe plataformas digitais que permitem aos bancos montarem agências bancárias virtuais em locais remotos. A solução tecnológica estará exposta na maior feira tecnológica do país, nos próximos dias 24, 25 e 26 de Maio. A plataforma tecnológica foi desenvolvida pela Innovation Makers pensando na inclusão financeira, um dos principais desafios do país.

Segundo Fernando Azevedo Mendes, director da empresa, usando a inovação, os bancos podem interagir de forma mais rápida com seus clientes e chegar em zonas longínquas e de difícil acesso aso serviços financeiros. A empresa fornece equipamentos que possibilitam o auto atendimento aos clientes dos bancos.
 
“Nosso grande objectivo é criar soluções que permitam a inclusão financeira, ou seja, todo um conjunto da população moçambicana que não está bancarizada e que viva à margem do sistema financeiro, com este tipo de soluções, tem acesso a equipamentos tipo ATM que lhes permite fazer pagamentos e depois o banco pode correr atrás desta pessoas utilizando a sua máquina de marketing de modo a chamá-lo para dentro do sistema financeiro“, explica o director da empresa Innovation Makers, Fernando Azevedo Mendes.

Outra solução que está a ser desenvolvida pela Innovation Makers e será apresentada na Moztech é a chamada “Máquinas de Vending”. Através desta solução e sem haver qualquer tipo de envolvimento de dinheiro e com apenas um aplicativo no telemóvel, uma pessoa interage com a máquina, identifica o produto que pretende comprar e paga através de conta móvel. “Ou seja, não há moedas, não há notas, não há trocos, é telefone e caiu produtos“, considera Fernando Azevedo Mendes.

A empresa tem outro tipo de soluções tecnológicas, tais como, a plataforma que é usada no Euromilhões, que foi desenvolvida pela Innovation Makers. Diz que qualquer pessoa pode carregar no seu telefone que tem o Euromilhões e jogar.

“Fomos obrigados pelas lojas virtuais tanto da empresa Apple, como pela Google ao limitar estes jogos ao espaço português porque não queriam que alguém utilizasse a aplicação para fora de Portugal. O licenciamento é apenas para Portugal. Tendo uma conta em Portugal, a partir daqui poderiam jogar“, disse a fonte.

O gestor explica que a empresa participou pela primeira vez na feira Moztech em 2016, onde fez vários contactos, daí que faz uma avaliação positiva. E este ano espera muito mais, na quarta edição da feira Moztech que arranca amanhã.

“Fruto dessa experiência do ano passado, achamos que seria importante este ano termos uma passagem mais forte, mostrar o nosso crescimento no território moçambicano, a nível das soluções que já temos desenvolvido e implementado“, sublinha o director.

O responsável assegura que a empresa que dirige vai continuar a operar em moçambique, independentemente dos cenários de crise. Fazendo uma radiografia do sistema bancário nacional, o director da Innovation Makers considera que os bancos em Moçambique já têm um nível de desenvolvimento muito bom porque há bancos com conjunto de soluções interessantes e que hoje em dia podem desenvolver e enveredar por outros caminhos, como por exemplo, a banca com agências virtuais.

“Os bancos não podem evoluir sozinhos, têm que evoluir com um conjunto de ofertas de serviços. Os bancos têm de trabalhar muito ligados com toda a oferta de comunicações”, defende Fernando Azevedo Mendes.

Na feira, a empresa tem ainda como objectivos apresentar as soluções que possui, entre elas, internet banking, mobile banking, transações financeiras e pagamentos online, de modo a tornar dinâmico o contacto entre as instituições financeiras e seus clientes.

Segundo Fernando Azevedo Mendes, as ideias só viram factores de crescimento quando há capacidade de as fazer acontecer, o que segundo a fonte, tem sido desde o dia do seu lançamento, um dos motes que têm norteado a vida da Innovation Makers, a sua capacidade de antecipar, de criar e de fazer acontecer.

“Na era digital, o mundo é mais dinâmico”

“O momento actual é de transformações, nada é como era. As referências do passado perderam-se. Tudo é diferente e quando assim o é, é sintomático da entrada numa nova era, a era digital. Na era digital, o mundo é mais dinâmico, o conhecimento é valorizado, o cidadão passa a estar no epicentro do mundo, passando a ser rei, o rei da era digital.

Com tamanha mudança, o relacionamento entre as organizações e os seus clientes muda radicalmente. O elo mais forte deixa de estar na empresa, mas sim no cliente, muda a forma de fazer negócios, muda o relacionamento e o atendimento para com eles. E é neste ponto, neste novo paradigma que entra a Innovation Makers, ao idealizar, desenvolver e implementar soluções inovadoras de negócios centradas no utilizador – cliente.

De acordo com o lema da Moztech, criada em 2014, com o objectivo de contribuir para o desenvolvimento e transformação do país, colocando a tecnologia ao serviço do seu povo, é então este o maior e melhor fórum para as empresas da área de inovação apresentarem as suas inovadoras soluções de negócios, centradas no cidadão, no contribuinte, no cliente, o epicentro da nova forma de relacionamento entre a empresa e os clientes.”

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos