O País – A verdade como notícia

INNOQ adverte 12 padarias por incumprimento da lei em Maputo

Doze padarias vendiam pão com peso baixo do recomendado e usavam balanças não acreditadas pelo Instituto Nacional de Normalização de Qualidade (INNOQ). As padarias fazem parte de um grupo de 30, fiscalizadas pela instituição na cidade e província de Maputo.

As padarias foram advertidas e, deste universo, três foram notificadas e incorre sobre as mesmas um crime de desobediência. O INNOQ reconhece que as padarias estão a atravessar uma fase difícil da pandemia e, com isso, apela a todas as panificadoras para que estejam envolvidas na causa. O presidente da Associação dos Panificadores avançou que “dias difíceis virão, e que será difícil manter o preço do pão”.

O preço do pão tem causado insatisfação nos clientes por não ter o peso recomendado pelas autoridades. Por isso, o Instituto Nacional de Normalização de Qualidade decidiu fiscalizar algumas padarias para ver, ao certo, o que está a acontecer.

Apesar de o momento ser tido como difícil para os panificadores, o apelo é que continuem com cumprimento da lei, pois poderão ser multadas caso as infracções continuem.

Victor Miguel, presidente da AMOPAO, também dono de uma padaria, afirma que foi surpreendido pela equipa de inspecção, mas garante que foi encontrado tudo em ordem.

“Eu penso que tenha que ser assim para todas as empresas de panificação, apesar de estarmos a exercer uma actividade demasiada difícil com custos de produção bastante elevados e recentemente a água foi agravado, o combustível também foi agravado, e, próximo mês, haverá um agravamento da farinha de trigo, naturalmente isso vai trazer complicações para as panificadoras”, avançou.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos