O País – A verdade como notícia

Inhambane quer construir central térmica a gás para alimentar Sofala

O governo da província de Inhambane e parceiros estratégicos projectam a construção, este ano, de uma central térmica a gás em Temane, no distrito de Inhassoro.

Trata-se de uma unidade que terá como principal objectivo de funcionamento, a melhoria da qualidade de energia eléctrica fornecida a maioria dos distritos da província e parte de Sofala.

A central térmica, em alusão, terá a capacidade para gerar 400 megawatts de energia para os distritos de Mabote, Vilankulo, Inhassoro, Govuro, em Inhambane e Machanga na província de Sofala.

Enquanto aguarda-se pela construção efectiva do investimento, outras actividades complementares já estão sendo levadas a cabo, e destas, a primeira fase que compreende um estudo do impacto ambiental para a construção da infra-estrutura foi já concluída.

Este novo e ambicioso projecto, junta-se assim a vários outros que tem como objectivo principal desenvolver o país, e de forma particular, alavancar a economia da província de Inhambane.

Um dos exemplos de projectos similares ao que temos vindo a citar, é o projecto da Central de Temane que contempla também a construção de uma linha de transmissão entre Temane e Maputo com capacidade para gerar 400 MegaWatts (MW) por ano.

No passado, apontou-se como potenciais parceiros estratégicos do projecto da Central de Temane a Electricidade de Moçambique (EDM), a Hidroeléctrica de Cahora Bassa (HCB), a SASOL, a Empresa Nacional de Hidrocarbonetos (ENH) e o Instituto Nacional de Petróleo (INP). Mas, nesta sexta-feira, a HCB informou ao nosso jornal que não faz parte dos parceiros estratégicos daquela iniciativa.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos