O País – A verdade como notícia

Inglaterra e Itália na final do Euro-2020

Estão encontrados os finalistas do Euro 2020. Inglaterra e Itália protagonizam a final inédita do Euro de futebol, uma vez que os ingleses chegam à disputa da Eurocopa pela primeira vez na história.

A Inglaterra qualificou-se pela primeira vez para a final do Europeu de futebol, ao vencer a Dinamarca por 2-1, após prolongamento, na segunda meia-final do Euro-2020, disputada no Estádio de Wembley, em Londres. Harry Kane, na recarga a um penálti que apontou e Kasper Schmeichel defendeu, aos 104 minutos, marcou o golo da vitória dos ingleses, depois de um autogolo de Simon Kjaer, aos 39, anular o livre direto de Mikkel Damsgaard, aos 30.

Na final, marcada para domingo, de novo em Wembley, quando forem 21H00 de Maputo, a Inglaterra, campeã mundial em 1966, vai defrontar a Itália, vencedora do Euro-1968, que na primeira meia-final bateu a Espanha por 4-2 nos penáltis, após 1-1 nos 120 minutos.

Esta é a primeira vez que as duas equipas decidem um troféu, tendo em conta que a Inglaterra chega pela primeira vez a uma final, enquanto a Itália chega pela quarta vez, depois de ter vencido em 1968 e perdido as finais de 2000 e 2012, para a França e Espanha, respectivamente.

 

DUELO ENTRE NEYMAR E MESSI VAI SALVAR A ENTEDIANTE COPA AMÉRICA

Já na América Latina, a Copa local vai disputar a sua final na madrugada de domingo (noite de sábado para domingo), entre o Brasil e a Argentina. E será uma final que vai entreter os amantes do futebol depois de uma prova que conheceu todas dificuldades para a sua realização, depois que Colômbia e Argentina desistiram de sediá-la.

Como esperado, Brasil e Argentina, os dois únicos invictos, vão se enfrentar na decisão da madrugada do próximo dia 11 de Julho.

Num torneio marcado por poucos destaques individuais, os dois principais nomes foram os mais esperados: Messi, pelo lado argentino, e Neymar, pelo lado brasileiro. Felizmente os dois irão se defrontar na final, num duelo que tem tudo para salvar a entediante Copa América.

Messi, artilheiro da competição com 4 golos (dois deles de livre) e líder em assistências (5), vem fazendo sua melhor Copa América em sua sexta edição. Curiosamente, na final contra o Brasil, Messi vai se tornar o recordista de jogos na história da competição desde 1914, com 33 jogos. Jogador com mais partidas pela selecção argentina (150), Messi tem 76 golos e está a um golo de igualar Pelé, o sul-americano com mais golos em jogos oficiais por selecções. Vice em 2007, 2015 e 2016, Messi luta para conquistar seu primeiro título com a selecção principal (foi campeão mundial sub-20 em 2005 e olímpico em 2008), e procura quebrar um jejum de 28 anos da Argentina sem conquistar a prova (foi campeão pela última vez na Copa América de 1993).

Já Neymar, artilheiro da selecção brasileira com 2 golos, ao lado de Lucas Paquetá, é o segundo jogador com mais assistências nessa Copa América (3) e de longe o melhor brasileiro na competição. Jogando mais para o conjunto, Neymar é quem mais cria oportunidades de golo na competição (9 contra 4 de Messi), segundo o site SofaScore.

Duelo interessantíssimo entre os dois maiores protagonistas do futebol sul-americanos nos últimos 10 anos. Pela bola que vem jogando, Messi leva um pequeno favoritismo nessa final.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos