O País – A verdade como notícia

INGC na Zambézia apoia mais de 300 pessoas deslocadas de Cabo Delgado

O grupo corresponde a mais de 73 famílias que fugiram das suas comunidades nos distritos assolados pelo terrorismo na província de Cabo Delgado. As vítimas foram acolhidas nos distritos de Milange, Alto-Molócuè, Namacurra, Nicoadala, Mocuba e Gurué, n Zambézia.

De acordo com Nelson Ludovico, delegado provincial do INGC na Zambézia, pelo menos 192 das mais de 300 pessoas estão no distrito de Mocuba.

“Estamos a garantir assistência as famílias em bens alimentares e não alimentares”.

Segundo o responsável, as famílias têm alimentos para um período de 90 dias. Ou seja, estão disponíveis 15 toneladas de alimentos diversos.

As mesmas famílias serão envolvidas num projecto de produção agrícola de modo que cada uma delas não seja dependente para ser alimentar, explicou Nelson Ludovico.

Algumas famílias estão alojadas em casa dos seus parentes, por isso, o governo provincial da Zambézia vai levar a cabo um processo de reassentamento nos distritos de Milange, Alto-Molócuè, Namacurra, Nicoadala, Mocuba e Gurúè, onde as vítimas do terrorismo em Cabo Delgado se refugiram.

O delegado provincial do INGC na Zambézia disse que há tendas e lonas para abrigo das famílias em alusão.

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos