O País – A verdade como notícia

Informais recusam-se a abandonar passeios da Praça dos Combatentes

Vendedores informas recusam-se a abondar os passeios da Praça dos Combatentes, mesmo depois do ultimato dado pela Autarquia de Maputo. 

A polícia autárquica permaneceu todo dia de ontem na Praça dos Combatentes para impedir que os vendedores retornassem aos passeios para fazer o seu negócio. Os informais contestam a decisão e dizem que o mercado que lhes foi indicado é pequeno e não tem clientes.  

Esta segunda-feira, a polícia reforçou-se com cães e tentou impedir que os informais expusessem de novo os seus produtos nos locais proibidos.

Assim, os informais não expuseram os seus produtos, mas não deixaram de fazer o negócio. Com efeito, os produtos eram transacionados de mão em mão, alguns deles improvisaram um pequeno mercado de peixe e legumes num beco estreito. Tudo para não ter que ir ao mal-amado mercado da Polana Caniço, mais conhecido por Mucoreano conforme decisão da Autarquia.

Contrastando a agitação da Praça dos Combatentes, o mercado Mucoreano encontra-se calmo com a maioria das suas bancas e barracas vazias. Enquanto houver informais, a polícia diz que dali não sai, e os informais dizem que dali ninguém os tira. Este braço de ferro já tem barba branca.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos