O País – A verdade como notícia

INE reporta previsões de melhoria da estabilidade económica

A previsão de recuperação era já equacionada em finais do ano passado e vem ganhando força com o passado do tempo. O mais recente boletim que reporta os Indicadores de Confiança e Clima Económico – que mede a sensibilidade do sector empresarial em relação à estabilidade do mercado nos vários aspectos – fala da recuperação do clima económico no segundo trimestre, previsão de uma contínua redução da inflação (subida do nível geral de preços), perspectivas de aumento da procura e de emprego. Em fim, um clima económico que consolida a ideia do fim da crise que o país experimentou nos dóis últimos anos.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), o indicador do clima económico (ICE) aumentou no segundo trimestre (Abril a Junho) em comparação com o trimestre anterior (Janeiro a Março), interrompendo assim o ciclo desfavorável que vinha registando desde o quarto trimestre de 2015, indiciando uma recuperação da economia nos próximos meses. Esse facto, terá sido influenciado pela tendência positiva da perspectiva da procura, bem como da avaliação ligeiramente abonatória da perspectiva de emprego entre os meses de Abril e Junho, argumenta o INE no documento.

Sectorialmente, a conjuntura favorável da economia deveu-se à avaliação da confiança dos empresários nos sectores de construção, de outros serviços financeiros, de alojamento, restauração e similares e de comércio, suplantando assim as avaliações negativas das actividades da produção industrial no trimestre de referência, facto registado também nos serviços de transportes.

Ao mesmo tempo, há boas perspectivas de que a procura por bens e serviços aumente, impulsionada pela estabilização de preços. Relativamente a este indicador, entre os meses de Abril e Junho, houve ligeira recuperação, tendo interrompido o perfil de queda que vinha registando desde o III trimestre do ano de 2015.

Essa recuperação foi impulsionada pela melhoria das perspectivas de aumento da procura em todos os sectores, com excepção do sector de transportes.

Importância dos inquéritos de conjuntura

Os inquéritos de conjuntura são instrumentos de análise e interpretação da evolução da actividade económica no curto prazo. Visam enriquecer o instrumental de análise da conjuntura interna, no que diz respeito ao sector real, e contribuir para a tomada de decisões de políticas mais acertadas e com a oportunidade desejada.

As perguntas deste tipo de inquéritos são de carácter qualitativo, reflectindo as opiniões dos empresários sobre a situação geral das suas empresas, sobre o comportamento de algumas variáveis significativas no presente e também sobre as suas perspectivas no futuro imediato.

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos