O País – A verdade como notícia

Índices de criminalidade no Chamanculo deixam moradores indignados com ausência da Polícia

A Criminalidade tomou conta do bairro Chamanculo B, um dos mais populosos do município de Maputo. Os relatos de assassinatos, roubos, agressões físicas e violação sexual, foram tornados públicos pelos moradores, durante uma visita efectuada pela procuradora distrital e pela Polícia da República, ao Conselho Comunitário de segurança.

“Aqui no Chamanculo para tu saíres de casa conseguires chagar até a paragem e apanhares chapa tens que dar Graças à Deus…Essas pessoas que fazem isso que nos assaltam são nossos filhos sentam na mesa connosco. Eles saem muito cedo ficam nas ruas e nos assaltam”, conta um dos moradores.
Isabel Muhlanga residente neste bairro viu sua filha a ser assassinada na entrada da residência quando regressava da escola.

“Quando nós vamos a polícia da Malanga, como pertencemos aquela zona, a polícia diz pra voltarmos para o local onde mataram a nossa filha, dizem que a nossa filha não foi assassinada na Malanga. Esse caso ainda nos dói. Afinal não há justiça? Queremos justiça para a nossa filha”. Disse.
Os malfeitores, violaram sexualmente a filha de Cecília Nhamtumbo também residente no mesmo bairro.

“A miúda vinha da escola, pegaram a minha filha. Isso doe me o coração…fui atrás do assunto e levei a minha filha para o hospital”, acrescentou.

Em jeito de reacção, a procuradora distrital e o Comandante da 9ª esquadra, promete segurança ao bairro e pede para que a comunidade denuncie os casos de venda de drogas.

Os moradores defendem ainda a restruturação do bairro, como forma de acabar com as ruas estreitas e os becos, locais que albergam criminosas.

 

 

Partilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on telegram
Share on whatsapp
Share on email

RELACIONADAS

+ LIDAS

Siga nos